{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Alan Scott, o Lanterna Verde, é gay.




Um dos mais antigos heróis da DC está de volta... de forma inusitada.
Alan Scott, o Lanterna Verde original, é oriundo da década de 40 e habita a chamada "Terra 2". Agora, buscando aproximar o herói do público, o roteirista James Robinson afirma que este é o primeiro dos heróis que revelarão sua homossexualidade... mas não será o último. Também faz parte da estratégia dos roteiristas e da editora mudar alguns personagens - a mudança em questão é o gênero - transformando heróis homens em mulheres, versões femininas (não gays) deles. Não foi noticiada adaptação de mulheres para que fossem apresentadas como homens. 
As reformulações fazem parte do chamado "Novos 52", uma empreitada para rejuvenescer seus personagens.
A apresentação de Scott como gay se dará com um reencontro e um beijo em seu parceiro, o que denota coragem e ousadia por parte dos reformuladores do herói. Mas eles garantem que a opção sexual do herói não irá minimizar seus feitos e sua vontade em lutar pela justiça. Gay ou não, ainda é o Lanterna Verde.

E vocês, o que pensam destas reformulações que ocorrem cada vez mais frequentes? A atribuição de uma sexualidade diferenciada é uma homenagem e reconhecimento aos homossexuais ou apenas uma jogada de marketing voltada à arrecadação de mais lucros? O que pensam disto?


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário