{lang: 'en-US'}

quinta-feira, 15 de março de 2012

Exposição tem quadrinhos históricos




Quadrinhos’51 relembra primeira exposição didática sobre o tema, de 1951, com entrada gratuita.

Quadrinização de A Marcha (1955)
Quadrinhos’51 é uma exposição para lembrar e homenagear os 61 anos daquela que é considerada a primeira exposição didática internacional de Histórias em Quadrinhos do mundo, organizada em São Paulo em 1951 por Álvaro de Moya, Jayme Cortez, Syllas Roberg, Reinaldo de Oliveira e Miguel Penteado.
Com curadoria de Francisco Ucha e Fábio Moraes, a mostra de 2012 será baseada na coleção particular de Moya, com acréscimos importantes de originais de grandes desenhistas brasileiros e de publicações raras de outros colecionadores como César Cerito, Júlio Shimamoto, Primaggio, Rodolfo Zala entre outros.
“O público terá uma chance raríssima de ter contato com os originais de grandes artistas como Mauricio de Sousa, José Lanzelotti, cuja maior parte se perdeu em um incêndio, do português E.T. Coelho, entre outros. Os originais contam com técnicas de colagem, instruções para impressão, coisas que se perderam e importantes para essa nova geração”, afirma Francisco Ucha.
Dentre os originais selecionados, além dos citados acima, o público poderá apreciar trabalhos de Álvaro de Moya (várias ilustrações originais, páginas de quadrinhos e estudos), Jayme Cortez, Shimamoto, André Le Blanc, Gustavo Machado, Messias de Mello, Napoleão Figueiredo, Primaggio, Will Eisner, Jerry Robinson (desenhista de Batman nos anos 50 e criador de O Coringa), Jim Davis (Garfield), Mort Walker (Recruta Zero), Leonard Starr, Serpieri, Antonino Homobono Balieiro, Serpieri (Druuna), Rodolfo Zalla, entre outros grandes nomes dos quadrinhos.
Publicações raras de inestimável valor histórico também serão exibidas, tais como O Tico-Tico, O Globo Juvenil, de 1949, The Spirit and Ebony, número 16, de 1949, de Will Eisner, Revista Mad número 11, de 1954, Revistas número 1 da Turma da Mônica editadas na Europa, entre outros, divididos em três grandes temas, Originais dos grandes mestres de histórias em quadrinhos das décadas de 1940 a 1980 brasileiros, Documentos sobre a primeira Exposição Internacional de Histórias em Quadrinhos, e, por fim, Publicações raras de histórias em quadrinhos.

Fonte: Bagarai
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário