{lang: 'en-US'}

terça-feira, 12 de novembro de 2019

O Iluminado (1980). O medo criado por King e revisto por Kubrick.



Com uma cena inicial onde os créditos surgem na tela, contrariando o que ocorre hoje, o filme tem uma tomada aérea grande que serve para mostrar o quão distante é o local onde a família ficará. Há um isolamento que remonta a um local de paz, uma localidade onde pessoas vão para descansar e pôr os pensamentos em dia.
Chegamos a um suntuoso hotel chamado Overlook. Nele está Jack Torrance (Jack Nicholson), um homem que pretende uma vaga de emprego. O único porém neste emprego é o isolamento proporcionado por um inverno de cinco longo meses. Jack fica a par de um homicídio triplo praticado por um ex-funcionário que matou a família, incluindo duas meninas, mas isso não o impressiona.
Neste ínterim, o filho de Jack brinca e conversa com a sua mãe, Wendy (Shelley Duvall). O menino se vale de um “amigo imaginário” para conversar e quer apenas brincar, porém ele tem visões daquilo que o aguarda no hotel. O Amigo Imaginário, chamado Tony, é o primeiro a alertar a criança sobre alguns problemas no hotel. Problemas sérios e assustadores.

O diretor Stanley Kubrick se vale de um jogo de câmera interessante e a inclusão de cenas fortes para preparar o público para as dificuldades que o hotel apresentará. Wendy e Jack querem e precisam desse emprego para estabilizar a renda, além de fornecer a Jack o tempo necessário (e a paz) para escrever seu livro.
Danny (Danny Lloyd), o filho, tem uma aparente conexão com algumas aparições. Ele vê o que ninguém mais enxerga. Mas ele não é o único. Um dos funcionários do hotel, o cozinheiro Dick Hallorann (Scatman Crothers), tem os mesmos dons que Danny. Dick é um “iluminado” e tenta alertar o garoto sobre possíveis problemas no hotel. O diálogo é intenso, interessante e muito bem construído. Até este momento, pude perceber uma ótima condução do elenco e, ainda, a fluência entre as personagens de Dick e Danny.

Jack tenta escrever e falha. Falta a inspiração necessária para produzir seu texto, mas insiste nisso. Enquanto isso, Wendy e Danny tentam se divertir. A parceria entre mãe e filho é tocante e nos mostra o quanto eles se amam, mesmo em um lugar quieto, isolado e frio. Neste ponto somos apresentados ao labirinto do hotel, um grande jardim que se mostra dificílimo de sair. Em uma demonstração do poder narrativo, o diretor Stanley Kubrick se vale dessa cena para realizar uma das transições que já fazem o filme valer a pena, além de embutir uma trilha sonora que assusta quando interrompida.
Há algo muito errado com Jack, podemos perceber. O tempo passa e ele vai se tornando mais seco com Wendy. Sua obsessão por escrever só é interrompida quando ele contempla a própria família ao longe, uma contemplação que irradia maldade. Em algumas passagens, o simples close na face de Jack Nicholson serve para evidenciar que algo ruim o cerca.
A esta altura o espectador já tem ciência de que há malignidade no quarto 237. Danny sente isso e se mantém a distância. As várias passagens de Danny com seu triciclo são dramáticas por apresentar uma trilha sonora sufocante e um jogo de câmera excelente que dá a impressão de estarmos atrás do menino o tempo todo.
A nevasca persiste e encontramos Danny e Jack em uma conversa de pai para filho. Danny aparenta ter a vontade de contar sobre o que ocorre no hotel, mas ele se mantém em silêncio. Jack está com seu filho no colo. Nós temos a nítida sensação de que Jack é um lobo e Danny um cordeiro. As falas de Jack são fortes, ao passo que Danny responde quase sempre com uma única palavra. Há medo no coração do menino... e no coração de quem assiste à cena.

Wendy e Danny estão com medo. Jack não crê em suas palavras, porém é atormentado por pesadelos. Para descobrir o que assusta Danny e também o que o machucou, Jack entra no quarto 237 e se depara com uma bela e nua mulher. Em contrapartida, Dick tem premonições sobre a família Torrance que o fazem tremer.
Novamente peço que atentem para a inclusão de sons que deixam a tensão impregnada em quase todos os momentos do filme.
Jack presencia o mal que habita o hotel e não confessa isso à esposa. Ele quer permanecer lá, não importa o preço a ser pago. Ele conversa com pessoas imaginárias, talvez fantasmas, e interage com elas. Essas "sombras" de pessoas querem que Torrance faça por eles o mal. Apesar de alguns, como o bartender Lloyd,  se valer de uma conversa amigável, calma e sempre baixa, fica fácil para o espectador compreender que ele é tão caçador quanto Jack.

As tomadas com profundidade são o ponto alto da obra e mostram os corredores (que parecem ser também um gigantesco labirinto) onde tudo é possível surgir. Essa sensação de “profundidade” parece jogar Jack em uma queda, quase um abismo. Outro ponto genial na obra está nas cores usadas nos ambientes. O Salão Dourado (Gold Room) é quase cinza em sua totalidade, enquanto o banheiro dele tem o vermelho como predominante. Há ambientes onde o tom amarelado traz uma melancolia consigo e cria um aspecto fantasmagórico a quem neles esteja.
Em certo ponto da narrativa ficamos em dúvida se Jack está delirando ao ver e conversar com mortos ou se está apenas enlouquecendo. Mas o mais provável é que os mortos queiram que ele realmente enlouqueça e passe a compor o rol dos “empregados” do hotel. Algo similar a uma maldição.

E já que falamos de uma produção de 1980, é preciso frisar que essa era uma época onde as palavras eram pouco comedidas. Sendo assim, não se surpreendam com uma mulher sendo humilhada pelo marido, dois indivíduos falando sobre um homem com desprezo por sua pele negra, além de uma loucura que só poderia ter vindo da mente de Stephen King.
"All work and no play makes Jack a dull boy." - Todo trabalho e nenhuma diversão fazem de Jack um bobão.
A loucura abraça Jack. A maldade o engolfa e o transforma em um caçador, um predador que acua a presa e a observa com deleite enquanto cheira seu medo. Wendy está horrorizada, confusa com a mudança radical do marido. Ela não quer feri-lo, porém está ciente que ele matará ela e Danny. Esse é um ponto onde a atuação da atriz Shelley Duvall se destaca. O medo e o terror vividos por ela são tangíveis.
Jack Nicholson, por sua vez, consegue nos fazer acreditar que o mal presente no hotel Overlook o mudou de um pai dedicado para um assassino cruel e sádico. Torrance é a encarnação da loucura e do potencial destruidor dos homens, fato que ganha mais força com os trejeitos e a atuação de Jack Nicholson. Provavelmente esse filme sofreria com incontáveis boicotes e cortes caso fosse exibido em nossa época, pois a jovem mãe Wendy é humilhada por Torrance e ameaçada em seu ponto mais vulnerável: o filho. O descaso obtido pela interpretação de Jack dá uma ideia do potencial ofensivo e mortífero da personagem dele.

O final da história é primoroso e traz ao público uma tensão incomum, mesmo em filmes de terror. Kubrick não se vale dos famigerados "jump scare" para trazer medo, uma vez que a trama em si é suficiente para isso.
Com atuações memoráveis, um clima de terror e drama constante, cenas que fazem parte da história do cinema e uma trama muitíssimo bem construída por Stephen King e dirigida por Stanley Kubrick, O Iluminado é um marco do cinema que precisa ser visto, seja você fã ou não de King e Kubrick.
Here´s Johnny!
P.S.: só para evidenciar a importância deste filme, deixo um trecho de Jogador nº 1 onde várias passagens de O Iluminado são reproduzidas, além de uma imagem de Toy Story 3 com o carpete do Hotel Overlook.


quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Senac EAD oferta curso de Tecnologia da Informação em parceria com a IBM


Segundo a Gartner, um dos maiores institutos de pesquisa da área de tecnologia, estima-se um investimento positivo mundial entre 3% para 2017 e 4,7% para 2018, no setor de serviços de Tecnologia da Informação (TI). Neste cenário de demandas e oportunidades para novos profissionais, o Centro Universitário Senac oferta o curso de graduação tecnológica em Gestão da Tecnologia da Informação em parceria com a IBM Brasil, companhia com referência global em tecnologia e inovação.

O curso tem como objetivo formar profissionais capazes de gerenciar os recursos de TI das organizações e prestadoras de serviços, com a utilização eficaz de técnicas, modelos e processos.

Por meio da parceria, os alunos contam com o acesso gratuito ao programa “IBM Academic Initiative, que além de oferecer conteúdo IBM para promover o desenvolvimento de habilidades em novas tecnologias, disponibiliza gratuitamente a plataforma IBM Cloud, incluindo Watson e seus serviços, além de materiais didáticos e incentivo a certificações, facilmente acessados por docentes do curso para a aplicação no aprendizado.

Além disso, dentre os benefícios da parceria, os alunos têm a oportunidade de participar de oficinas de treinamento como Java, DB2, e Cloud Computing. Com todos esses benefícios, Rogério dos Santos Zenaro, coordenador do Gestão de Tecnologia da Informação do Senac EADdiz que a parceria entre a instituição de ensino e a companhia oferece um diferencial singular ao aprendizado e vivência do estudante.

“Acreditamos que seja uma oportunidade única para os nossos alunos. A maior parte do material escrito para o curso foi feito por profissionais da IBM, que não trazem apenas elementos do mercado de trabalho como também produtos de primeira linha e material de pesquisa/conhecimento de vanguarda”, afirma.

Atualmente o curso Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação é oferecido nos formatos presencial e à distância. Com duração de 2 anos e 6 meses, a graduação visa uma formação a médio prazo, preparando o aluno diretamente para o mundo do trabalho e com todas as competências exigidas pela área.

Flexibilidade – As aulas a distância do Senac EAD oferecem flexibilidade nos horários de estudo, respeitando o ritmo de aprendizagem do aluno e desenvolvendo competências que são valorizadas no mundo do trabalho, como organização, proatividade e responsabilidade, além de possibilitar a conciliação entre a vida profissional e acadêmica.

As disciplinas a distância utilizam o Ambiente Virtual de Aprendizagem, que possibilita ao aluno acessar o conteúdo em qualquer local e horário. É necessário realizar duas avaliações presenciais por semestre. Para se inscrever ou conferir a lista completa de cursos na área de TI, acesse o Portal Senac EAD: www.ead.senac.br.

Sobre o Senac EAD
Com mais de 70 anos de atuação em educação profissional, o Senac foi pioneiro no ensino a distância no Brasil. A primeira experiência nesta modalidade se deu em 1947 com a Universidade do Ar, em parceria com o Sesc, que ministrava cursos por meio do rádio.

A partir de 2013, com o lançamento do portal Senac EAD, a instituição ampliou a sua atuação em todo o país. Hoje, oferece um amplo portfólio de cursos livres, técnicos, de graduação, pós-graduação e extensão a distância, atendendo todo o Brasil e apoiados por mais de 290 polos presenciais para avaliações de cursos de pós-graduação e mais de 230 para graduação.

Acesse a programação completa de cursos do Senac EAD em www.ead.senac.br.

Serviço:
Centro Universitário Senac
Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação


EAD

Presencial

Inscrições abertas
Carga horária
2,5 anos
2,5 anos
Investimento
R$ 314 mensais, sendo a primeira considera matrícula.
R$ 251,20 para comerciários*.
R$ 653,00 mensais, sendo a primeira considera matrícula.
R$ 522, para comerciários*.
*O desconto de 20% no valor da mensalidade para comerciários é aplicado a quem trabalha em empresas contribuintes do setor de comércio de bens, serviços e turismo, seja empregado, empresário ou sócio. 


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Objetos roubados pertencentes a John Lennon são recuperados.


Mais de 100 objetos pessoais da lenda do rock mundial, John Lennon, foram recuperados pela polícia alemã recentemente. Entre os objetos estão óculos do cantor, cigarros, diários, pautas musicais e outros. Os pertences ficarão como evidência até a conclusão do inquérito.
As peças recuperadas foram roubadas de Yoko Ono em 2006 na cidade de Nova Iorque
Um suspeito foi preso e outro está foragido. 
 

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Que tal assistir Flamengo e Cruzeiro ao vivo no Cinemark?


NO FERIADO DE 7 DE SETEMBRO, FLAMENGO E CRUZEIRO DISPUTAM A TAÇA DO TORNEIO. INGRESSOS JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS NO SITE OU NA BILHETERIA DOS CINEMAS PARTICIPANTES

Hoje, dia 7 de setembro, às 21h15, a Rede Cinemark, com patrocínio da Elo e apoio da Rádio Globo, oferece aos apaixonados por futebol a possibilidade de conferir nos cinemas, ao vivo e em alta definição, a final da Copa do Brasil 2017. A partida entre Flamengo e Cruzeiro será exibida com exclusividade pela Cinemark.
Os torcedores do Cruzeiro poderão assistir à disputa em Belo Horizonte (Pátio Savassi), São Paulo (Cidade São Paulo e Villa Lobos) e Brasília(Iguatemi). Já os flamenguistas têm lugar reservado em complexos de São Paulo (Pátio Paulista e Eldorado), Rio de Janeiro (Downtown e Botafogo), Brasília (Pier 21), Cuiabá, Niterói e Vitória.
Os ingressos podem ser adquiridos no site da Rede (www.cinemark.com.br) ou nas bilheterias dos cinemas participantes. Os preços variam de R$ 25 (meia) a R$ 50 (inteira) nas salas da Cinemark em São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Vitória e Rio de Janeiro. Já em Vitória, Cuiabá e Niterói o valor varia de R$ 20 (meia) a R$ 40 (inteira). Os clientes que possuem o cartão Cinemark Mania e também sócio-torcedores do Flamengo e Cruzeiro, têm direito a 50% de desconto na compra de um ingresso.

Serviço – Final da Copa do Brasil 2017:
Dia: 7 de setembro (quinta-feira)
Horário: 21h15m, com o pré-jogo ; início da partida às 21h45m
Preços:
R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia): nas capitais São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro
R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia): CuiabáNiterói e Vitória

Torcidas e complexos:

Flamengo x Cruzeiro – Torcida: Cruzeiro

Belo Horizonte

São Paulo
Shopping Villa Lobos - Avenida das Nações Unidas, 4.777


Brasília
Iguatemi Brasília - St Shi/Norte, Quadra Ca-04

Flamengo x Cruzeiro – Torcida: Flamengo


São Paulo
Eldorado – Av. Rebouças, 3970
Pátio Paulista – Rua Treze de Maio, 1947


Rio de Janeiro
Botafogo Praia Shopping – Praia de Botafogo, 400


Brasília
Pier 21 – Setor dos Clubes Esportivos Sul, Trecho 2 – Lote


Cuiabá


Niterói
Plaza Shopping Niterói – Av. XV de Novembro, 08


Vitória
Shopping Vitória – Av. Américo Buaiz, 200

sábado, 12 de agosto de 2017

Qual o resultado da fusão da Disney Animation e Game of Thrones? Descubra...


Arya Stark And The Hound - Disney Got Collection

A arte digital do talentoso Fernando Mendonça uniu duas paixões mundiais: as animações da Disney e a aclamada série da HBO, Game of Thrones.
Personagens consagrados da série inspirada nos livros de George R.R. Martins são mostrados em cenas perfeitas que parecem ter sido feitas nos estúdios da Disney. 
Fernando é um talento 100% brasileiro que tem alguns de seus trabalhos mostrados no Deviantart. Acessem e se divirtam com suas obras. 
Antes, fiquem com mais algumas de suas artes que encantam pela beleza e perfeição. 
P.S.: também tenho um post com versões de personagens de GoT inspiradas nos Simpsons
Ghost e Jon Snow
Bran e Hodor
Tyrion Lannister
Cersei Lannister
White Walker


domingo, 6 de agosto de 2017

Mães e filhos estarão unidos no cinema com o CineMaterna.


CineMaterna chega no Cinesystem do Morumbi Town Shopping. A iniciativa também está presente em outras salas do país.

Em tempos onde o distanciamento de pais e filhos é enorme, principalmente por conta do pouco tempo e da rotina extenuante, nada mais legal do que curtir um cinema com seu filho. Mas isso fica ainda melhor quando estamos falando de mães (e pais) com seus bebês até 18 meses.
O projeto acontece sempre no mesmo horário e dia da semana, seguido de um bom bate-papo. As seões contam com uma equipe de facilitadoras que dão suporte às mães durante as sessões. Além disso, o volume do som das salas é reduzido, o ar condicionado é suave e a temperatura amena, o ambiente é levemente iluminado e há trocadores e tapetes especiais dentro das salas.
A sessão especial de estreia no Cinesystem do Morumbi Town Shopping, voltada especialmente para as mães e pais com seus bebês, acontece na próxima quarta-feira (9), às 14 horas.

Para essa sessão inaugural o público escolheu dois filmes: “Como Se Tornar Um Conquistador”, que será exibido na sala 9 com 150 lugares disponíveis e “O Filme da Minha Vida”, com exibição na sala 1 e 69 lugares disponíveis para o público.
ATENÇÃO!!! Para participar das sessões, basta ir ao cinema no dia e hora da sessão e garantir o ingresso na bilheteria. Não é preciso reservar lugares. Atualmente, a Rede Cinesystem Cinemas é parceira das sessões do projeto no Cinesystem do Boulevard Vila Velha (ES), do Américas Shopping (RJ), Bangu Shopping (RJ), Ilha Plaza (RJ), Parque Shopping Sulacap (RJ), Recreio Shopping (RJ), Londrina Norte Shopping (PR), Shopping Total (PR), Shopping Center Iguatemi (SC) e, agora, no Morumbi Town Shopping, em São Paulo (SP). Para participar das escolhas dos filmes que serão exibidos nas sessões do CineMaterna é necessário se inscrever no site www.cinematerna.org.br.
Serviço: CineMaterna
Data: 09 de agosto
Filmes: “Como Se Tornar Um Conquistador” e “O Filme da Minha Vida” (trailers no final do post)
Horário: 14 horas
Local: Cinesystem do Morumbi Town Shopping (Av. Giovanni Gronchi, 5930 - Vila Andrade, São Paulo - SP, 05724-002)

SOBRE A CINESYSTEM

Quinta maior exibidora do país em número de salas, a Rede Cinesystem Cinemas, que em 2016 obteve registro de companhia aberta na CVM e no segmento Bovespa Mais (BM&FBovespa), está em expansão desde 2003 e opera 151 salas, distribuídas por 26 complexos em 10 estados: Pará, Maranhão, Pernambuco, Alagoas, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Nos seus multiplex em operação, destaque para as salas “CINÉPIC” com o sistema de som Dolby Atmos®, projeção digital com tecnologias 4K e HFR, que exibem até 60 quadros por segundo, e telas gigantes de até 185m², que chegam a ser 150% maiores que as convencionais. Pioneira, foi a Cinesystem quem trouxe para o mercado exibidor brasileiro o conceito de autoatendimento, além lançar o primeiro complexo 100% digital do País.
Hoje possui também o primeiro cinema com 100% de projeção a laser da América Latina, com 9 salas e sistema de “Lobby Domination”, com monitores, caixas de som e videowalls integrados no foyer do cinema para tornar a experiência do cliente ainda mais completa.


quinta-feira, 27 de julho de 2017

Detetives do Prédio Azul (D.P.A.), o filme. Review.


Amigos, essa resenha é muito especial para mim. Ela foi feita pelo meu filho de 10 anos, o Manoel. Ele quis mostrar o quanto gostou do filme e, nada mais justo, eis sua opinião. Não há sinceridade maior que a de uma criança...

Oi, pessoal! Tudo bem com vocês? Eu já vi D.P.A. o filme e é muito legal,é um filme de ficção com novas bruxas e novos magos como o Temporão, Bibi Capa Preta, Mari P. e Jaime Quadros. No entanto, os detetives antigos (Tom,Mila e Capim) se unem aos novos detetives (Pippo, Bento e Sol) para achar os magos e bruxas que são transformados em animais que falam e também impedir que o prédio azul seja demolido E o Severino conseguiu uma "Kombi", sabiam? ( Que no qual vai ser o "Clubinho Móvel") Essa aventura se passa no mar, também. Curiosidade:sabiam que o Prédio Azul é o amuleto de proteção da Dona Leocádia? Aproveitem o filme!


sábado, 8 de julho de 2017

A BWF - Brazilian Wrestling Federation - estará no Anime Friends.


A BWF – Brazilian Wrestling Federation toma conta do tradicional evento de cultura japonesa, que acontece de 7 a 9 de julho de 2017 no Transamerica Expo Center.
Para a 15ª edição do Anime Friends (www.animefriends.com.br), um dos maiores eventos multitemáticos de entretenimento das Américas organizado pela Yamato Cultural, está confirmada a presença do ringue de luta livre da BWF – Brazilian Wrestling Federation, reconhecida nacionalmente como a maior do Brasil. Criada em 2002, a liga nasceu com o intuito de resgatar a prática de luta livre profissional no país.
A área de combate estará aberta durante os três dias de evento (7, 8 e 9 de julho), das 10h às 20h, com lutadores profissionais em grande competição. A atividade premia os vencedores com diferentes cinturões: O Sobrevivente, Torneio Internet, Cinturão de Duplas, Campeonato Brasileiro, Copa Anime Friends de Wrestling, Segunda Edição do Torneio de Rookies e Terceira Edição da Arena Backyard.
Os organizadores oferecem ainda um workshop da modalidade, para que o público sinta de perto a emoção de subir em um ringue de verdade, aplicar alguns golpes e estar ao lado de ídolos da área. Confira o vídeo da atividade no Anime Friends de 2015, logo abaixo.
A 15ª edição do Anime Friends acontece entre 7 e 9 de julho no Transamerica Expo Center, próximo ao Aeroporto de Congonhas, Marginal Pinheiros, Av. 23 de Maio e do Autódromo de Interlagos, com conteúdos para fãs da cultura japonesa e outras áreas do universo geek.

domingo, 2 de julho de 2017

Terceiro trailer de 'Atômica' mostra Charlize Theron em ação brutal.


Charlize Theron já era uma atriz respeitada principalmente por suas atuações em Monster e Mad Max: Estrada da Fúria. Seja em papéis dramáticos ou blockbusters, ela sempre tem algo a acrescentar nos papéis que interpreta.
Atômica (Atomic Blonde) é sua mais recente trabalho no cinema. Nele, ela faz uma agente secreta (Lorraine Broughton) do MI6 mais habilidosa talvez até do que a própria Viúva Negra (Vingadores). Cenas de ação, violência e muito sangue marcaram quase todas as passagens nos dois primeiros trailers.
O terceiro trailer tem destaque para sua passagem por Berlim onde se une ao chefe da estação local, David Percival (James McAvoy). Tiros, luta, traição e um agente duplo assassino dão uma breve ideia do que veremos nesse thriller. A narrativa se passa logo após a queda do muro de Berlim (1989). E preparem-se para cenas quentes entre ela e a também linda Sofia Boutella (A Múmia)
Atômica tem direção de David Leitch, de “John Wick” e o ainda em produção “Deadpool 2”. A data anunciada de estreia é 03 de agosto de 2017.
Com distribuição da Universal Pictures, a produção é uma combinação de ação e suspense baseada na série de quadrinhos da Oni Press, “The Coldest City”, de Antony Johnston, ilustrado por Sam Hart. O elenco ainda é estrelado por John Goodman, Til Schweiger, Eddie Marsan, Sofia Boutella e Toby Jones.

sábado, 1 de julho de 2017

Mostra gratuita de cinema Uruguaio está acontecendo no CCBB do RJ. Não perca!


Fonte: CCBB RJ.
Retrospectiva dos últimos 15 anos do cinema do país, ilustrando os avanços da produção audiovisual. A mostra exibe 10 títulos com produção ou coprodução uruguaia, como “Whisky” (2004), considerado em 2013 o melhor filme latino-americano dos últimos 20 anos; e “O Banheiro do Papa” (2007), ganhador de vários prêmios, como o de melhor filme do júri da 31ª Mostra de Cinema Internacional de São Paulo.
O evento acontece até o dia 03 de julho e iniciou em 21 de junho. Entrada Franca!


Curadoria: Embaixada do Uruguai.
Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 - CentroCEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)(21) 3808-2020
ccbbrio@bb.com.brFuncionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.
Confiram a programação:



Museu Correios lança oitava edição da Revista Postais


A revista Postais, publicação do Museu Correios, destaca em sua oitava edição cartas, telegramas, fotografias, envelopes e cartões trocados entre expedicionários e familiares durante a Segunda Guerra.

A publicação resgata ainda relatórios da Repartição Geral dos Telégrafos (RGT) que tratam do serviço meteorológico no século XIX, e apresenta um artigo que analisa os selos por meio do conceito “documento-monumento”.

A versão impressa da Revista Postais pode ser retirada no Museu Correios (SCS quadra 4, bloco A, 256, ed. Apolo – Asa Sul, Brasília) e a digital está disponível para download.


Sobre a publicação – A Postais é editada pelo Museu Correios desde 2013 e reúne trabalhos voltados à memória dos Correios. Têm atraído pesquisadores da própria empresa e de várias universidades e instituições do Brasil, permanecendo fiel à proposta de um veículo para a exposição e o debate de pesquisas referentes à história postal e telegráfica do Brasil e de outros países.

Curtam nossas fanpages: Apogeu do Abismo e Franz Lima.

Espaço Cultural dos Correios em Porto Alegre tem mostra filatélica sobre Direitos Humanos.


Fonte da imagem - https://portoimagem.files.wordpress.com/2015/01/memorial-alfandega-margs.jpg
O Espaço Cultural Correios Porto Alegre expõe, até o dia 4 de agosto, a coleção filatélica “Direitos Humanos: Liberdade e Igualdade para Todos”. A mostra é formada por 25 painéis compostos por selos postais que homenageiam diversos temas ligados aos Direitos Humanos, como os 10 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, o Dia Internacional da Mulher, o Dia Mundial da Diversidade Cultural, o Ano Internacional das Pessoas Deficientes e o Dia Nacional da Consciência Negra.
Desde 1958 os Correios destacam, por meio da Filatelia, temáticas que buscam despertar a consciência em relação à responsabilidade, à liberdade e à dignidade humana. Na coleção filatélica “Direitos Humanos: Liberdade e Igualdade para Todos”, um extrato das diversas emissões postais sobre o tema é apresentado com o intuito de reafirmar o alinhamento da empresa com os ideais da Organização das Nações Unidas (ONU), no tocante à promoção da cidadania e ao respeito aos Direitos Humanos.
Gratuita, a mostra pode ser visitada de terça a sábado, das 10h às 17h. O Espaço Cultural Correios Porto Alegre está localizado no térreo do prédio do Memorial do Rio Grande do Sul, rua Sete de Setembro, 1020, na Praça da Alfândega, Centro Histórico da Capital, Rio Grande do Sul.
Fonte da matéria: Correios.
Curtam nossas fanpages: Apogeu do Abismo e Franz Lima.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

'Como nossos pais' é consagrado vencedor do 19º Festival de Cinema de Paris.


Dirigido por Laís Bodanzky e protagonizado por Maria Ribeiro, “Como Nossos Pais” foi o grande vencedor do 19º Festival de Cinema Brasileiro de Paris, com o prêmio de Melhor Filme eleito pelo júri popular. O longa, que estreia no Brasil no dia 31 de agosto, conta a história de Rosa (Maria Ribeiro), que se vê diante de conflitos existenciais quando precisa, ao mesmo tempo, cuidar de suas filhas, manter seus sonho e objetivos profissionais, enfrentar as dificuldades do casamento e lidar com uma relação conflituosa com sua mãe, Clarice (Clarisse Abujamra).
O resultado foi anunciado agora há pouco, na noite de 27 de junho, no tradicional cinema Arlequin, na Rue des Rennes, no coração do bairro de Saint Germain de Près. Laís Bodanzky, que passou a semana em Paris com Maria Ribeiro mas já deixou a cidade, mandou um vídeo agradecendo ao festival e ao público francês. “Queria agradecer toda a plateia que encheu a sala e prestigiou nosso cinema. Isso é muito importante, estou muito feliz”, disse. Logo após a cerimônia de encerramento, o público francês assistiu ao longa Chico, o Artista Brasileiro, de Miguel Faria Jr.
Realizada pela Associação Jangada, da carioca Katia Adler, a 19ª edição da mostra aconteceu de 20 a 27 de junho, exibindo ao longo de uma semana e com sessões sempre lotadas 20 filmes brasileiros: oito documentários fora de competição, oito longas que disputaram o prêmio de Melhor Filme, eleito por voto popular, dois longas na abertura e no encerramento, além da mostra 50 Anos de Tropicalismo.
Kátia Adler ressalta que o objetivo do festival é revelar ao público francês a diversidade do cinema brasileiro autoral. “Além de servir de vitrine do cinema nacional na Europa, o evento tem como objetivo vender os filmes para os distribuidores franceses. Nesses últimos anos, mais de 25 longas entraram no circuito de cinemas da França depois de serem exibidos no festival”, afirma.
OS FILMES EXIBIDOS NO 19º FESTIVAL DE CINEMA BRASILEIRO DE PARIS


ABERTURA
Elis, de Hugo Prata
 
ENCERRAMENTO
Chico, Artista Brasileiro, de Miguel Faria Jr
 
FILMES EM COMPETIÇÃO
Não Devore Meu Coração, de Felipe Bragança
Beatriz, de Alberto Graça
Como Nossos Pais, de Laís Bodanzky
Gabriel e a Montanha, de Fellipe Barbosa
Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé
Para Ter Aonde Ir, de Jorane Castro
Rio Mumbai, de Pedro Sodré e Gabriel Mellin (avant-première mundial)
Redemoinho, de José Luiz Villamarim

MOSTRA 50 ANOS DE TROPICALISMO

Rogério Duarte, o Tropikaolista, de José Walter Lima
Tropicália, de Marcelo Machado
 
DOCUMENTÁRIOS FORA DE COMPETIÇÃO
Outro Sertão, de Adriana Jacobsen e Soraia Vilela
No Intenso Agora, de João Moreira Salles
Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil, de Belisario Franca
Jonas e o Circo Sem Lona, de Paula Gomes
Martírio, de Vincent Carelli, Ernesto de Carvalho e Tita
Deixa na Régua, de Emílio Domingos
Danado de Bom, de Deby Brennand
São Paulo em Hi-Fi, de Luffe Stephen
 
Outras informações
 - http://festivaldecinemabresilienparis.com/2017/pb/

sexta-feira, 23 de junho de 2017

"A morte te dá parabéns!" Vejam o trailer e pôster do filme.


Em parceria com a Blumhouse Productions, a Universal Pictures lança o primeiro trailer oficial, já legendado, de “A Morte Te Dá Parabéns” (Happy Deathday), thriller dirigido por Christopher Landon.
Curtam nossa fanpage: Apogeu do Abismo

No longa-metragem, a personagem Tree Gelbman (Jessica Rothe), é assassinada por uma pessoa mascarada no dia de seu aniversário. Para descobrir o responsável pelo crime, ela ressuscita várias vezes e se vê presa em um ciclo entre vida e morte até conseguir solucionar seu próprio assassinato. Ela só conseguirá escapar de um destino trágico, quando compreender as reais causas de sua morte, uma verdadeira versão macabra de “Como se fosse a primeira vez”, com Adam Sandler e Drew Barrimore ou “No limite do amanhã”, com Tom Cruise e Emily Blunt.
O filme “A Morte Te Dá Parabéns” estreia em dezembro nos cinemas brasileiros e traz Jessica Rothe, Israel Broussard, Ruby Modine, Rachel Matthews, Charles Aitken e Jason Boyle no elenco.

Proxima  → Página inicial