{lang: 'en-US'}

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Jovem egípcia cria novo sistema de propulsão espacial




Fonte: Galileu
A física Aisha Mustafa, de 19 anos, usou conceitos de física quântica para criar um sistema de propulsão espacial que usa física quântica em vez de motores.
Para entender a ideia da moça, você precisa mudar um pouco seus conceitos. Pense que no Universo não existe vácuo, que os vazios são lugares cheios de partículas e anti-partículas, mas que elas não conseguem ser detectadas por se anularem muito rápido. Aisha inventou uma forma de interagir com esse mar de partículas, usando telas de silicone para criar, literalmente, uma rede de força entre elas. E, força, significa um puxão ou um empurrão – equivalente, nesse caso, a um motor.
Lógico que não é tão simples assim, existem muitos detalhes técnicos, mas em termos de propulsão para viagens espaciais, isso é um grande passo. Atualmente, usamos os foguetes para lançar objetos no espaço – queimamos combustíveis, o que causa uma explosão controlada que propulsiona o objeto para a frente. Um sistema complicado, tanto para sair da Terra quanto para fazer manobras no espaço.
Já a invenção de Mustafa é incrivelmente mais simples. Ela não precisa ser abastecida com combustível, usa o que tem ao seu redor. Isso quer dizer que os lançamentos e manobras espaciais seriam mais simples e baratos.
A física já patenteou a invenção, com a ajuda de sua faculdade, e espera continuar fazendo pesquisas nesse campo. O problema, segundo ela, é que ela não tem nenhuma bolsa ou incentivo que possa ajudá-la a testar seu invento. Até receber incentivos, essa nova forma revolucionária de propulsão deverá ficar “na garagem”.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário