{lang: 'en-US'}

quinta-feira, 3 de maio de 2012

A luz que apagou o brilho






Por: Franz Lima. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo.

Luz... forte e definitiva.

Quando começou era apenas mais um clarão no meio de tantos outros. Porém, o calor que ia aumentando rapidamente me alertou para o fato de que era algo além, feito pela mão do homem, e não pelo poder superior de Deus.
Viro-me para tentar contemplar e me arrependo. A piedade não faz parte do clarão que destrói tudo em seu caminho.
Minha mente trabalha rápido, talvez resultado do medo. Vejo pessoas caindo e corpos em decomposição rastejando pelo chão. Os corpos das pessoas que amei.
Chegaram a minha hora e meu destino. A vida se esvai entre minhas mãos e o pó, do que outrora foram pessoas, toca meus lábios descarnados e fétidos. Parece o fim.

Luz... artificial e destrutiva.


←  Anterior Proxima  → Página inicial

2 comentários:

  1. @cyberlivingdead3 de maio de 2012 13:11

    Franz, estou muito curioso pelo seu livro. Você já o enviou para alguma editora? Que seu trabalho possa alcançar o merecido lugar ao sol. :)

    Abraços!
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Brother, espero que seja um livro à altura de pessoas como você. Não quero decepcionar um público tão bacana. Abraços...

    ResponderExcluir