Pular para o conteúdo principal

Mercado editorial mira no sucesso de séries de fantasia

Fonte: Zero Hora
Por Carlos André Moreira -carlos.moreira@zerohora.com.br

A presença das séries Jogos Vorazes e A Guerra dos Tronos no topo das listas de livros de ficção mais vendidos no Brasil, na sequência de bem-sucedidas adaptações para cinema e TV, repete um ciclo comum aos blockbusters de fantasia desde O Senhor dos Anéis e Harry Potter (ambos de 2001).
O que mostra o quanto o mercado editorial vem investindo em obras que não se esgotam em um único volume.
Há mais de uma razão para que histórias seriadas tenham se tornado tão frequentes nas prateleiras das livrarias. A primeira delas, claro, é comercial. As editoras têm mais interesse em vender três ou quatro episódios de uma mesma história em vez de um só. Mas o que cativa os leitores a ponto de retornar ao livro? Um segredo sabido já na época dos folhetins:
– Quando se gosta de um lugar, a tendência é querer passar mais tempo lá. Se o leitor se afeiçoa a um cenário ou universo fictício, vai querer outras histórias ambientadas naquele espaço que conheceu e gostou – diz Luiz Ehlers, escritor e editor da revista online Fantástica (www.revistafantastica.com.br).
Outra explicação pode estar na própria mudança sofrida pela TV durante o período.
– A popularização das séries reacendeu no público a cultura de acompanhar narrativas seriadas – arrisca a professora do Instituto de Letras da UFRGS Regina Zilberman.

Confira as principais séries:
SENHOR DOS ANÉIS E AS CRÔNICAS DE NÁRNIA
Amigos e correspondentes, J.R.R. Tolkien e C.S. Lewis são autores de duas das séries de mais sucesso do século 20. Adaptada para o cinema no início dos anos 2000, a obra de Tolkien fez sucesso nas telas e recolocou a saga de fantasia no centro das atenções da indústria do entretenimento.
HARRY POTTER
Outro responsável pela onda fantástica no mercado editorial é o jovem bruxo criado por J.K. Rowling. A autora misturou em sete livros as agruras do rígido sistema escolar britânico com magia e mitologias variadas.
CREPÚSCULO
Stephenie Meyer misturou em quatro romances o repertório clássico do horror, como vampiros e lobisomens, com um romantismo desbragado que caiu no gosto de um número enorme de adolescentes.
GUERRA DOS TRONOS
George R.R. Martin criou um mundo medieval com perspectiva realista e toques de magia – a série é voltada para um público mais adulto.
JOGOS VORAZES
Suzanne Collins soube reunir em sua própria trilogia elementos de várias fontes, da mitologia grega (os jovens oferecidos como tributo) à ficção científica (o futuro em que a morte é um reality show). Também há romance, claro.
SÉRIES SOBRENATURAIS
Crepúsculo abriu as comportas editoriais para dezenas de narrativas similares que usam toques de horror e fantasia para colorir histórias de amor juvenil, como as séries Fallen, de Lauren Kate, Sussurro, de Becca Fitzpatrick ou Os Imortais, de Alyson Noël.
SEQUÊNCIAS AVENTURESCAS
O sucesso de Harry Potter abriu caminho para outras aventuras de fantasia, novas ou republicadas, que pegaram carona no fenômeno, como Eragon, de Christopher Paolini, a Trilogia de Tinta, de Cornelia Funke, ou a série Percy Jackson, de Rick Riordan.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bethany Townsend, ex-modelo, expõe bolsa de colostomia de forma corajosa.

Bethany Townsend é uma ex-modelo inglesa que deseja, através de sua atitude, incentivar outras pessoas que sofrem do mesmo problema a não ter receio de se expor. Portadora de um problema que a atinge desde os três anos, Bethany faz uso das bolsas de colostomia  que são uma espécie de receptáculo externo conectado ao aparelho digestivo para recolher os dejetos corporais, e desejou mostrar publicamente sua condição.  Quero que outras pessoas não tenham vergonha de sua condição e é para isso que me expus , afirmou a ex-modelo. Bethany usa as bolsas desde 2010 e não há previsão para a remoção das mesmas.  Eu, pessoalmente, concordo com a atitude e respeito-a pela coragem e o exemplo que está dando. Não há outra opção para ela e isso irá forçá-la a viver escondida? Jamais... Veja o vídeo com o depoimento dela. Via BBC

Suzane Richthofen e a justiça cega

Por: Franz Lima .  Suzane von Richthofen é uma bactéria resistente e fatal. Suas ações foram assunto por meses, geraram documentários e programas de TV. A bela face mostrou ao mundo que o mal tem disfarces capazes de enganar e seduzir. Aos que possuem memória curta, basta dizer que ela arquitetou a morte dos pais, simulou pesar no velório, sempre com a intenção de herdar a fortuna dos pais, vítimas mortas durante o sono. Mas investigações provaram que ela, o namorado e o irmão deste foram os executores do casal indefeso. Condenados, eles foram postos na prisão. Fim? Não. No Brasil, não. Suzane recebeu a pena de reclusão em regime fechado. Mas, invariavelmente, a justiça tende a beneficiar o "bom comportamento" e outros itens atenuantes, levando a ré ao "merecido" regime semi-aberto. A verdade é que ela ficaria solta, livre para agir e viver. Uma pessoa que privou os próprios pais do direito à vida, uma assassina fria e cruel, estará convivendo conosco, c

A sensualidade das princisas da Disney em lingeries.

Uma seleção com as belas princesas da Disney, porém de uma forma que nem os príncipes viram. Sensualidade e criatividade a toda prova. O artista que desenvolveu e concebeu estas versões tem seus trabalhos expostos no Deviantart. Confiram outros trabalhos clicando aqui . Franz says : definitivamente, não há nada mais belo no universo do que uma mulher usando lingerie... Sensual até no desenho.