{lang: 'en-US'}

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Artista transforma cenários de videogame em imagens belíssimas




Fonte: Galileu

Quando você está no meio de uma guerra, atirando contra inimigos, se esquivando de balas certeiras e tentando se camuflar no meio do mato, fica difícil reparar na incrível beleza da paisagem que te rodeia. Mas e se todos os soldados, tanques, rifles, aviões, e helicópteros de repente sumissem? Só restaria o silêncio e a vista espetacular à sua frente. É isso que você está prestes a ver. 

O artista Justin Berry pega cenários de jogos de vídeo game e transforma em obras de arte, eliminando tudo que não seja paisagem. O resultado é bem bonito, lembra aquelas cenas que a gente só vem em nossos sonhos. Abaixo você confere mais imagens e uma rápida entrevista com o artista explicando daonde ele tirou essa ideia maluca e como funciona seu processo de criação.

De onde você tirou essa ideia?
Justin Berry: O objetivo era olhar o mundo virtual da mesma forma que olhamos o mundo real. O senso comum diz que ambientes virtuais não importam, já que eles não existem. Eu discordo. O mundo imaterial da imaginação é tão significativo quanto o mundo físico, porque não é um mundo herdado, é criado e reinventado por cada um de nós, constantemente.

Você tirou as imagens de quais jogos?
Justin Berry: Por enquanto todas as imagens são do Medal Of Honor, mas usarei outros jogos nos trabalhos futuros. Para mim, o jogo não é tão importante, mas sim sua locação. Assim como um fotógrafo vai até uma floresta tropical ou uma montanha para tirar uma foto,  eu vou de um mundo virtual para o outro.

Como é o processo de transformar cenários de vídeo game em obras de arte?
Justin Berry: Para essas imagens, eu peguei de 20 a 30 screenshots, ás vezes até mais, e os costurei no Photoshop, unindo todas eles. Eu apago todos os elementos da interface do cenário, os avatares, por exemplo, até ficar somente com a paisagem. Uma vez que eu tenho apenas o cenário, eu o trato como uma fotografia normal que eu poderia ter tirado com uma câmera, ajustando a intensidade dos tons e corrigindo as cores. É engraçado porque eu mudo várias coisas só para dar a sensação de que nenhuma mudança foi feita. O processo tem muitas etapas e existem algumas distorções que ocorrem quando você costura tantas imagens juntas, então eu tendo a me preocupar mais com a consistência da paisagem do que com o mundo do vídeo game. 

Franz says:  Mais uma grande prova da inteligência humana. A genialidade ainda está em ver o que todos veem e pensar o que ninguém imaginou. A remoção dos personagens, mantendo apenas a paisagem, resultou nestas imagens fantásticas que nós, jogadores costumazes de videogame, já estamos acostumados. Há inúmeros outros jogos feitos com tanto apuro que ficam gravados por muito tempo em nossas mentes. Parabéns ao responsável pelo esforço em evidenciar a beleza contida nos games.

 


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário