{lang: 'en-US'}

terça-feira, 26 de junho de 2012

Homenagem a uma das vozes mais famosas dos desenhos: Mel Blanc.




Fonte da ilustração: http://www.celebritynetworth.com
Por Franz Lima
Nascido em 30 de maio de 1908 e falecido aos 10 de julho de 1989, o norte-americano Melvin Jerome Blanc é um dos maiores mitos da dublagem no mundo. Sua voz não só esteve presente por décadas em animações da Hanna-Barbera, Warner Bros e outras grandes produtoras, como também foi ele o responsável pela clássica risada do Pica-Pau. Suas atuações à frente de personagens como Piu-Piu, Pernalonga, Hortelino, Pica-Pau, Barney, entre outros ícones das animações, renderam-lhe fama, prestígio e um lugar entre as lendas nos desenhos animados. 
Seu talento não se resumia apenas à dublagem. Mel Blanc era responsável por, literalmente, dar vida a muitos personagens de desenhos com vozes únicas e interpretações memoráveis. Não é à toa que seu apelido era "o homem das mil vozes". 
Com uma carreira brilhante, sua única mágoa foi a utilização, sem sua autorização, da risada do Pica-Pau - praticamente inimitável. Contudo, a justiça foi feita e ele recebeu o devido reconhecimento e uma indenização por tal afronta. 
Outra marca registrada de Mel é a frase tradicional de Pernalonga: What´s up, doc? 
Mel Blanc usou sua voz em filmes de incentivo e treinamento aos militares que participaram da Segunda Guerra Mundial. Outro fato interessante é que Mel trabalhou por longa data em rádio, usando sua fantástica voz como radialista.
Em sua lápide está escrita a frase com que finalizava todos os desenhos da Warner (Merrie Melodies - Looney Tunes)... "Isso é tudo, pessoal!" (That´s all folks!)
Seu talento é indiscutível e seu legado foi passado para o filho, Noel Blanc, também dublador. Porém o talento de Blanc, a essência, foi para o túmulo com seu autor.
Recomendo muito que conheçam mais do trabalho e da vida deste grande personagem da história dos desenhos animados e da dublagem. Muitas informações estão disponíveis no site IMDB, mas há muito mais material a buscar. 
R.I.P. Mel Blanc... 
Por enquanto é só, pessoal! 

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário