{lang: 'en-US'}

sábado, 22 de setembro de 2012

É nos detalhes que se esconde...




O estranho mundo de Jack
Bom-dia, amigos. Em mais uma jornada pela web encontrei um blog onde seu criador nos mostra que são os detalhes perdidos durante uma simples animação. Os desenhos animados antigos, mesmo os mais simples, possuem uma quantidade considerável de detalhes que, por vezes, perdemos em função da ação ou da trama. 
O exemplo que mais gostei foi o do Papa-Léguas. Com um ritmo frenético e ação quase ininterrupta, muitos detalhes realmente se perdem, mas com a ajuda de Rob Richards e seu trabalho em Animation Backgrounds, poderemos curtir um pouco mais. Também postei alguns exemplos de outras produções. Espero que gostem.

Papa-Léguas

A configuração das nuvens e do solo árido ganha um realce com as árvores
Uma outra característica está nas pedras equilibradas e a presença de vida nelas
O livro de receitas é outra característica marcante
A cozinha do oeste ganha ênfase com o crânio de touro estilizado.
Cactus floridos em uma paisagem tipicamente desértica
Novamente, ao fundo, as pequenas árvores aparecem
Canyon e o solo afetado pela erosão (detalhes simples e eficientes)
Sucesso na obtenção da sensação de profundidade
O layout final que se tornou um clássico e marca registrada.

 A Bela e a Fera

O fundo desta paisagem parece pintado a óleo
Detalhe ampliado
O nível de detalhamento no castelo impressiona.

Popeye

A composição das letras com a proa ficou ótima
A proa ganha veracidade com o detalhamento.
A loja ganha vida com as luminárias e o sombreamento











←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário