Pular para o conteúdo principal

Resenha da Graphic Novel: WE3 - Instinto de Sobrevivência.


Grant Morrison é um astro por excelência. Seu talento já rendeu obras que foram (e ainda são) sucesso entre os fãs dos quadrinhos. Ora, o que esperar de um criador de quadrinhos, além do sucesso no nicho ao qual pertence? Grant ultrapassou fronteiras e obteve reconhecimento e respeito com uma obra aparentemente simples, mas com a complexidade que só a Arte em estado puro pode apresentar. 

Há similaridades com seus outros trabalhos, Morrison cria uma história que recebe magníficas ilustrações, está extremamente bem colorida mas, acima de tudo, consegue cativar pelo singular situação. A trama envolve três animais que recebem por parte de uma suposta agênica governamental, implantes biônicos capazes de transformá-los em máquinas de guerra. Os testes de campo são um grandioso sucesso, incluindo o assassinato de vários traficantes. Os problemas se iniciam quando os animais fogem do laboratório que os construiu.
Visualmente o impacto é indescritível. O nível de detalhes surpreende e as cenas de violência são dignas de Quentin Tarantino. A verdade é que a simbiose entre Morrison (com seu roteiro) e Frank Quitely (arte) dão vida a uma das mais interessantes HQ  já produzidas, digna do prêmio Eisner. 

Leiam sem medo esta Graphic Novel e entendam os motivos que levaram o aparente simples enredo ao patamar de clássico. Prepare-se para uma viagem visual (os diálogos são poucos) tão chocante quanto os melhores filmes de ação, porém com um roteiro muito bem amarrado e de altíssima qualidade. WE3 é uma das obras que passaram sem muito alarde, talvez fruto do desconhecimento e de uma divulgação não muito eficiente. Agora, o Apogeu cumpre com seu papel e lhes traz o conteúdo e a oportunidade de aproveitar uma das melhores HQ dos últimos anos, ganhadora do prêmio Will Eisner merecidamente. É impossível não torcer pelos 3 "bichinhos".
O preço da edição relançada recentemente pela Panini está relativamente alto - custa R$ 45,00 - ainda que contando com comentários dos autores, capa dura, papel especial e esboços adicionais. De qualquer forma, WE3 é uma publicação indispensável para os apreciadores de uma ótima história que foi brindada com ótima ilustrações. Uma aula de narrativa e sequência em quadrinhos...

 





 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Film & Arts exibe ‘Ata-me’, de Pedro Almodóvar, estrelado por Antonio Banderas, no próximo domingo (10)

No próximo domingo, dia 10/01, às 22h, o Film & Arts exibe a comédia romântica espanhola, ‘Ata-me’. Produção conta com a trilha sonora de Ennio Morricone (“Era Uma Vez no Oeste”), direção de Pedro Almodóvar, e é estrelada por Antonio Banderas (“A Pele Que Habito”) e Victoria Abril (“Clem”).  Na trama, quando Ricky (Antonio Banderas) sai de um reformatório psiquiátrico e se depara com um set de filmagens, ele coloca uma peruca de homem das cavernas e observa o trabalho de uma conhecida, Marina Osorio (Victoria Abril), uma ex-atriz pornô, com um passado de vícios nas drogas, que costumava trabalhar em um bordel, e que agora iniciou o trabalho nas filmagens de um longa de terror, intitulado como “B”. Decidido a fazer parte da vida da jovem, custe o que custar, Ricky não contém seus impulsos e sequestra a jovem, a amordaçando em seu próprio apartamento. Mas logo, uma série de situações mudam o rumo de seus planos, gerando confusões e levantando suspeitas sobre o desaparecimento da jove

Se algo acontecer... Te amo. Review de um belo curta-metragem da Netflix.

Dirigido e roteirizado por Will McCormack e Michael Govier, Se algo acontecer... te amo (If anything happens I love you)  é um curta-metragem de animação que narra a vida de um casal. Até aí, nada demais, mas há algo por trás do relacionamento deles, algo muito ruim. Sem a necessidade de palavras, apenas uma música de fundo, a obra conduz o espectador até o cerne da questão, aquilo que transformou um casal feliz em pessoas distantes. Esse distanciamento é bem representado – logo no início – pela mesa onde ambos jantam; ela é grande, impessoal e mantém cada um em um extremo, separados apenas por uma flor murcha em um vaso tão cinza quanto eles. O que será que levou essas duas pessoas (que optaram por serem parceiros na vida) a se entristecerem ao ponto de quase ruptura? A resposta, indubitavelmente, irá chocar. Emoção e dor. O curta mostra com muita leveza, emoção e beleza, as mudanças ocorridas na vida de um casal que tinha uma filha, aquilo que lhes trazia alegria. Bem cedo o e

Hoje é dia da live com o maestro João Carlos Martins e convidados. Saibam mais...

Assistir o maestro João Carlos Martins à frente de uma orquestra é um privilégio. Esse privilégio ganha em pertinência quando acrescentamos a essa apresentação as presenças de Tiago Abravanel, Thiaguinho, Paula Fernandes e Déborah Garcia.  A apresentação acontecerá hoje, às 20 horas, no canal do Teatro Bradesco . Será uma apresentação imperdível para toda a família.