{lang: 'en-US'}

terça-feira, 2 de abril de 2013

Dia Mundial de Conscientização do Autismo.




Hoje é o dia Mundial de Conscientização do Autismo. Mas quais são os motivos?
Primeiro, precisamos ter ciência do vulto, da abrangência da doença. Segundo, conhecer os sintomas e peculiaridades é uma forma melhor de conviver diante de uma doença que, a princípio, pode aparentar ser o fim do mundo, porém há muito além do que imaginamos. Conhecimento é a chave para evitar o preconceito e uma interpretação errada dos fatos. Por fim, essa data serve para reacender a chama da pesquisa, do interesse por algo que é muito mais comum do que imaginamos.
O documentário a seguir (53 minutos) é uma produção que foi mostrada através do canal GNT com informações e depoimentos sobre o Autismo. Não deixe de conferir: 

As informações a seguir foram colhidas do site  www.autismo.com.br (visite-o e saiba muito mais):

O autismo é um transtorno definido por alterações presentes antes dos três anos de idade e que se caracteriza por alterações qualitativas na comunicação, na interação social e no uso da imaginação.
DEFINIÇÃO DA AUTISM SOCIETY OF AMERICAN – ASA (1978)
Autism Society of American = Associação Americana de Autismo.
O autismo é uma inadequacidade no desenvolvimento que se manifesta de maneira grave por toda a vida. É incapacitante e aparece tipicamente nos três primeiros anos de vida. Acomete cerca de 20 entre cada 10 mil nascidos e é quatro vezes mais comum no sexo masculino do que no feminino. É encontrado em todo o mundo e em famílias de qualquer configuração racial, étnica e social. Não se conseguiu até agora provar qualquer causa psicológica no meio ambiente dessas crianças, que possa causar a doença.
Segundo a ASA, os sintomas são causados por disfunções físicas do cérebro, verificados pela anamnese ou presentes no exame ou entrevista com o indivíduo. Incluem:
1. Distúrbios no ritmo de aparecimentos de habilidades físicas, sociais e lingüísticas.
2. Reações anormais às sensações. As funções ou áreas mais afetadas são: visão, audição, tato, dor, equilíbrio, olfato, gustação e maneira de manter o corpo.
3. Fala e linguagem ausentes ou atrasadas. Certas áreas específicas do pensar, presentes ou não. Ritmo imaturo da fala, restrita compreensão de idéias. Uso de palavras sem associação com o significado.
4. Relacionamento anormal com os objetivos, eventos e pessoas. Respostas não apropriadas a adultos e crianças. Objetos e brinquedos não usados de maneira devida.
Fonte: Gauderer, E. Christian. Autismo e outros atrasos do desenvolvimento: guia prático para pais e profissionais. Rio de Janeiro: Revinter; 1997. pg 3.
DEFINIÇÃO DO DSM-IV-TR (2002)
O Transtorno Autista consiste na presença de um desenvolvimento comprometido ou acentuadamente anormal da interação social e da comunicação e um repertório muito restrito de atividades e interesses. As manifestações do transtorno variam imensamente, dependendo do nível de desenvolvimento e da idade cronológica do indivíduo.
DEFINIÇÃO DA CID-10 (2000)
Autismo infantil: Transtorno global do desenvolvimento caracterizado por: a) um desenvolvimento anormal ou alterado, manifestado antes da idade de três anos, e b) apresentando uma perturbação característica do funcionamento em cada um dos três domínios seguintes: interações sociais, comunicação, comportamento focalizado e repetitivo. Além disso, o transtorno se acompanha comumente de numerosas outras manifestações inespecíficas, por exemplo: fobias, perturbações de sono ou da alimentação, crises de birra ou agressividade (auto-agressividade).

P.S.: para os que ainda não sabem, tenho um filho de seis anos que é autista, mas isso não muda nada, principalmente pelo amor que recebo dele. Divulgue e ajude a propagar o conhecimento sobre o autismo.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário