{lang: 'en-US'}

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Um quarto inteiro que vira uma única mala? Sim... via G1




Se depender de dois designers que moram na Suíça, em breve os turistas poderão levar na mala não só as roupas e outros pertences, mas também o quarto onde vão dormir durante a viagem.
O arquiteto Antonio Scarponi e o artista visual Roberto De Luca criaram um quarto de hotel portátil, que, dobrado, transforma-se em uma mala.
Apesar de suas dimensões mínimas (2 m x 2 m), o Hotello, como foi batizado o protótipo, tem “todos os móveis necessários para dormir e trabalhar”, segundo os autores: cama, escrivaninha, luminária, prateleira e banco.
O quarto foi feito com estrutura metálica e uma cortina translúcida à prova de som.
Antonio Scarponi conta que o módulo pode ser usado para diferentes funções: como hospedagem temporária (oferecida por hotéis ou albergues, por exemplo), espaço de trabalho e até em caso de emergências e crises humanitárias.
“O sistema é muito flexível e os módulos podem ser combinados entre si”, disse ao G1.
O hotel portátil foi construído por um laboratório e loja de design da Suíça e vai ser apresentado na semana de design de Milão, entre 9 e 14 de abril.
 
Franz says: a praticidade é incontestável, porém ainda impraticável em um país como o nosso (mesmo na região Sul, antes que citem). A educação, a cultura e a segurança não estão em um nível como a Suíça. Imaginem que se já invadem Prédios de Segurança Máxima - residenciais, não presídios - o que farão em um  'quarto' como esse? E o que dizer das malas roubadas em nossos aeroportos? Essa seria alvo preferencial.
Mas a validade da ideia é grande e tem muito mais utilidade que muita tranqueira que empurram nos consumidores mais ávidos por novidades. Usada em albergues ou nas citadas crises de emergência, certamente será de grande valia.
 
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário