Pular para o conteúdo principal

Resenha de 'Sandman Apresenta: Contos Fabulosos'


Por: Franz Lima. Publicada originalmente no Murmúrios Pessoais, site gerenciado por Gleice Couto a quem devo os agradecimentos.
Esta é mais uma edição da série Sandman Apresenta, mas com um diferencial muito importante: a presença do humor é muito maior.

Basicamente, temos 3 edições reunidas nas quais os bastidores do sonhar são mostrados com grande riqueza de detalhes. Como já citado, o humor tem destaque. Entendam, entretanto, que humor aqui não implica em inocência. Há mortes, violência e insinuação de sexo com constância. Para ficar mais claro, basta que associem esta graphic novel a um show de stand up, no qual a pureza sempre passa longe, porém sem que haja apelação. Humor negro, pesado muitas vezes, mas sempre coerente com o contexto.

Esta edição encadernada pela Panini reúne 3 arcos de histórias originalmente publicadas independentes. Entretanto, além de todas fazerem parte do Sonhar, elas tem direta ou indiretamente, a presença de um personagem que se destaca: Marv cabeça de abóbora. Feitas as devidas apresentações e esclarecimentos, vamos às histórias…


O primeiro arco tem roteiro de Bill Willingham, arte de Mark Buckingham e Neil Gaiman como consultor. A trama relata as aventuras de Merv que sai do Sonhar para o mundo real em busca de uma ladra e o produto do roubo, nada menos que uma porção da areia do Sandman. Mesmo sem credibilidade junto aos outros sonhos, Merv é escalado para prender a ladra e reaver a areia.

Muda-se o foco e somos apresentados aos vilões. A mulher que roubou tem, aparentemente, o apoio de uma organização. É nesse ponto que começam as homenagens a alguns filmes (James Bond é um deles). Há passagens lotadas de clichês, diálogos polidos e humor quase britânico, mas sempre com uma base, nada ao acaso. Merv ganha uma inusitada aliada e vai se tornando uma pedra no sapato do vilão. Os títulos de cada capítulo também brincam com os nomes de filmes de Bond. Em todo esse arco há constantes trocadilhos com nomes e situações de credibilidade duvidosa, não fosse a presença de um agente do Mundo dos Sonhos intervindo. Ótimos desenhos, humor e violência também me fizeram relembrar das ações do Maskara em seu auge.

O segundo arco trata de uma busca muito incomum. Mas também é incomum o herói dessa história, um menino loiro com uma enorme franja que, auxiliada por um boné, cobre seus olhos quase todo o tempo. Seu nome? Danny Nod (seria uma homenagem à cidade bíblica de Nod?). Danny é um dos assistentes do bibliotecário Lucien, já tão conhecido dos leitores de Sandman.
Lucien determina que o menino recupere alguns exemplares da biblioteca do Sonhar, missão que o menino aceita com gratidão. Mas um herói quase sempre tem seu escudeiro e com Danny não poderia ser diferente. O sidekick dele é uma pequena gárgula chamada Goldie que, após ter seu nome citado na história, passa a ser chamada por outros nomes de parceiros famosos de aventureiros do cinema, literatura e quadrinhos. Tentar descobrir quem são os citados é um exercício muito interessante e divertido.
Outro fator de interesse está nos traços. São vários ilustradores nesse arco e cada um dá seu toque pessoal para dar vida a Danny e Goldie, mantendo a essência dos personagens e, ao mesmo tempo, colocando um pouco de sua personalidade e talento no que resultou em uma das mais criativas e curiosas tramas que já li. Leia e descubra se essa dupla foi capaz de recuperar todos os livros não devolvidos… mas mantenha o Google por perto para todas as pesquisas necessárias.
Quanto ao terceiro e último arco, ele é composto por pequenas histórias que explicam alguns segredos dos sonhos que todo humano tem. Com bom humor e vários desenhistas, descobrimos os motivos para tantos sonhos com cunho sexual, o que gera pesadelos, quais os significados de alguns deles, o motivo para não acordar sonambulismo e muito mais. Novamente temos participações de Merv.

Notas:
Alguns dos desenhistas são conhecidos do grande público, destacando-se Adam Hughes, Kevin Nowlan, Michael Kaluta e Paul Pope.
Este encadernado reúne as edições de The Sandman presents: Merv Pumpkinhead, agent of D.R.E.A.M., The Dreaming 55 e The Sandman presents: Everything you always wanted to know about dreams… but were afraid to ask 1.
Valor da obra:
Esta é uma nova forma de contar lendas e fábulas. Gaiman e seus colaboradores são os Grimm dos novos tempos. Mesmo de forma diferente, as histórias deles são uma nova forma de perpetuar os sonhos…

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bethany Townsend, ex-modelo, expõe bolsa de colostomia de forma corajosa.

Bethany Townsend é uma ex-modelo inglesa que deseja, através de sua atitude, incentivar outras pessoas que sofrem do mesmo problema a não ter receio de se expor. Portadora de um problema que a atinge desde os três anos, Bethany faz uso das bolsas de colostomia  que são uma espécie de receptáculo externo conectado ao aparelho digestivo para recolher os dejetos corporais, e desejou mostrar publicamente sua condição.  Quero que outras pessoas não tenham vergonha de sua condição e é para isso que me expus , afirmou a ex-modelo. Bethany usa as bolsas desde 2010 e não há previsão para a remoção das mesmas.  Eu, pessoalmente, concordo com a atitude e respeito-a pela coragem e o exemplo que está dando. Não há outra opção para ela e isso irá forçá-la a viver escondida? Jamais... Veja o vídeo com o depoimento dela. Via BBC

Suzane Richthofen e a justiça cega

Por: Franz Lima .  Suzane von Richthofen é uma bactéria resistente e fatal. Suas ações foram assunto por meses, geraram documentários e programas de TV. A bela face mostrou ao mundo que o mal tem disfarces capazes de enganar e seduzir. Aos que possuem memória curta, basta dizer que ela arquitetou a morte dos pais, simulou pesar no velório, sempre com a intenção de herdar a fortuna dos pais, vítimas mortas durante o sono. Mas investigações provaram que ela, o namorado e o irmão deste foram os executores do casal indefeso. Condenados, eles foram postos na prisão. Fim? Não. No Brasil, não. Suzane recebeu a pena de reclusão em regime fechado. Mas, invariavelmente, a justiça tende a beneficiar o "bom comportamento" e outros itens atenuantes, levando a ré ao "merecido" regime semi-aberto. A verdade é que ela ficaria solta, livre para agir e viver. Uma pessoa que privou os próprios pais do direito à vida, uma assassina fria e cruel, estará convivendo conosco, c

A sensualidade das princisas da Disney em lingeries.

Uma seleção com as belas princesas da Disney, porém de uma forma que nem os príncipes viram. Sensualidade e criatividade a toda prova. O artista que desenvolveu e concebeu estas versões tem seus trabalhos expostos no Deviantart. Confiram outros trabalhos clicando aqui . Franz says : definitivamente, não há nada mais belo no universo do que uma mulher usando lingerie... Sensual até no desenho.