{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

O Humor perde mais um ícone: Jorge Dória.




O Humor brasileiro (com h maiúsculo, tal é sua qualidade) perde um dos mais relevantes integrantes de sua história. Jorge Dória é um ator que oscilou entre o drama e o humor com extrema competência. Teatro, cinema e televisão foram veículos que ele usou para difundir a alegria e, em alguns casos, o drama. 
Companheiro de inúmeros outros atores de grande talento, Jorge foi uma peça importante do cenário cênico do Brasil. Além disso, ele se destacou pela forma amiga com que tratou seus pares e fãs. 
A carreira de Jorge Dória é digna de nota e será sempre lembrada. Não cabe a mim descrevê-la. Cabe a mim frisar que sofremos mais uma perda irreparável. Dória é um dos poucos que ainda restavam de uma época onde o humor era mais sutil, menos agressivo, menos apelativo. Ele pisou em palcos imortalizados. Encenou para públicos dos mais diversos e, definitivamente, sempre trouxe emoção aos espectadores. Sua morte é o indício de que uma era está se aproximando do fim. Chico Anysio, Rogério Cardoso, Nair Bello, Ronald Golias, Mussum, Walter D´Ávila, Zacarias, Grande Otelo e tantos outros mitos do Humor brasileiro se foram. 
Que suas lições fiquem para as gerações atuais e futuras.
Descanse em paz, Jorge Dória. Que o show continue no céu...


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário