{lang: 'en-US'}

domingo, 8 de dezembro de 2013

Com o projeto Identidades (Identities) Ana Oliveira relembra que o tempo realmente não pára.






Fonte: Ana Oliveira

Ana Oliveira é uma fotógrafa portuguesa que usou sua câmera para relembrar-nos das ações do tempo e de como são frágeis nossas vaidades. O tempo jamais interrompe sua trajetória e nós somos vítimas dessa corrida desenfreada. Resta usar a sabedoria que ele oferece para que envelheçamos com qualidade. Não deixe que a beleza de hoje se transforme em sua ruína futura. A solidão é uma opção que fazemos desde cedo... apenas não percebemos que tal escolha foi feita.
Pense sobre o que quer para o futuro e tenha um presente infinitamente melhor ao abandonar as vaidades que separam e desagregam as pessoas.
Ótimo domingo a todos!
Franz Lima.

















←  Anterior Proxima  → Página inicial

Um comentário:

  1. Acho que tem algo a mais que perdemos, uma ingenuidade...parece claro nas fotos mais novos. Erika Haubrick

    ResponderExcluir