{lang: 'en-US'}

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Filtro de barro brasileiro é o melhor purificador de água do mundo, segundo pesquisa norte-americana





Pesquisei em vários sites e fontes sobre esta notícia e quase todas indicam que há um livro sobre tratamento de água potável que cita o nosso tradicional filtro de água feito de barro como um dos sistemas mais eficientes de purificação de água do mundo. 
Analisando friamente, fica fácil concordar com tal afirmação. Os atuais filtros fixados às torneiras agem através da pressão, forçando a água a passar pelo carvão (ou outro material filtrante) muito rapidamente, algo que sempre me deixou duvidoso sobre a eficiência do produto. 
Quanto aos filtros de barro, aqueles que as avós e mães mais antigas usavam - e ainda usam -, baseados em um processo de filtragem lenta, onde a gravidade faz o serviço de mandar a água pela vela (de cerâmica ou outro material similar) quase como um conta-gotas. É justamente nessa vagarosidade que - segundo informado - o filtro leva vantagem, pois evita ou retém a passagem de cloro, pesticidas, ferro, alumínio, chumbo e, inclusive, o parasita que provoca a Criptosporidíase*. 
Ponto positivo para um sistema simples, porém eficiente. E 100% nacional. 
Brindemos a isso!
P.S.: para os mais apressados, há filtros com duas velas.

Dica de matéria dada pela amiga Angélica Hellish

*Estudos têm demonstrado a ocorrência de diferentes espécies deCryptosporidium causando doença diarréica em humanos, sendoC. parvum C. hominis as duas mais prevalentes. No entanto, outras espécies, tais como C. meleagridis (ave), C. felis (gato) eC. canis (cão) e alguns genótipos de C. parvum (mamífero) adaptados a animais, têm sido relatadas e foram isoladas de material proveniente de pessoas com criptosporidiose e evidenciadas por métodos moleculares. 

Na espécie humana a criptosporidiose depende principalmente do estado imune da pessoa. 

Em indivíduos com imunidade normal a doença se manifesta por gastrenterite semelhante àquela por giardíase. O principal sintoma é a diarréia, que pode ser precedida por anorexia e vômitos. A cura ocorre de modo espontâneo.

Em crianças mal nutridas e pessoas com a imunidade comprometida, como os portadores da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, AIDS, a infecção conduz a uma diarréia severa e prolongada que é acompanhada por náuseas, vômitos, cólica, perda de peso e febre, podendo levar a óbito. 

As medidas de controle gerais incluem educação sanitária, saneamento básico, lavagem de mãos após o manuseio de animais com diarréia, filtrar ou ferver, por alguns minutos, a água utilizada para beber, lavar alimentos e para fazer gelo. Durante o período em que estiverem apresentando diarréia, indivíduos infectados devem evitar a manipulação de alimentos que serão utilizados por outras pessoas; crianças com criptosporidiose não devem freqüentar escolas ou creches para evitar a disseminação do parasita.
Fonte da pesquisa sobre o parasita: Instituto Biológico
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário