{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Quando o herói de seu filho é um gari. A simplicidade em reconhecimento aos grandes profissionais.






A admiração de um garoto não se restringe aos heróis fictícios. Petros é um menino que admira e entende a importância do trabalho dos garis. Sua admiração é tão grande a ponto de pedir para que sua festa tivesse como tema os garis.

A festa foi realizada. Mas foi muito difícil para a engenheira Delasávia de Barros obter a decoração com um tema tão diferente. A jornada para concretizar a festa foi longa e cansativa. Quase todas as casas de festas ou profissionais especializados em festas temáticas alegaram a mesma coisa: não haveria como realocar a festa em função do tema. Assim, usando de criatividade e muito jogo de cintura, os pais de Petros conseguiram concretizar o sonho do menino. Foi recompensador. Basta olhar a felicidade estampada nos olhos do garotinho.

A ideia partiu dele, e não consegui convencê-lo a mudar de opinião de forma alguma. É uma paixão desde os dois anos e meio de idade. Eu pergunto o que ele quer ganhar de Natal, por exemplo, e a resposta é um caminhão de lixo

A festa ocorreu em 2011, mas é claro que essa notícia merece ser retransmitida sempre. Em tempos de admiração por heróis violentos, games que não acrescentam nada à formação pessoal das crianças e também a valorização do que é politicamente incorreto, surpreende ver uma criança que reconhece a importância dos trabalhos de homens e mulheres que se desgastam para manter nossas cidades habitáveis. 
Mas não para por aí. Petros foi até o galpão do Serviço de Limpeza Urbana em Belo Horizonte e teve seu dia de gari. É uma justa homenagem.









←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário