{lang: 'en-US'}

quarta-feira, 26 de março de 2014

Três novos lançamentos literários marcam a semana da Companhia das Letras




As sombras de Longbourn, de Jo Baker (Tradução de Donaldson M. Garschagen)
Antes de amanhecer em Longbourn,  uma extensa propriedade cravada nas colinas de Hertfordshire, uma criada de mãos rachadas se pergunta como seria se as senhoras da casa lavassem suas próprias anáguas. Teriam mais cuidado ao passear pela lama, erguendo a barra das saias? Sarah está com a família Bennet desde que seus pais morreram, e embora sua posição não permita sonhar com mais do que as dezoito horas diáris de trabalho, ela alimenta um desejo profundo de conhecer o mundo. A chegada de um novo empregado irá despertar as antigas ambições da jovem, dando início a uma pertubadora onda de questionamentos. Sem que os ocupantes do andar de cima se deem conta, a presença do novo lacaio movimenta lembranças distantes e pode colocar em xeque a rigidez do muro que separa serviçais e patrões. Inspirado em Orgulho e preconceito, este romance  se apropria dos personagens e cenários criados pela autora inglesa para recontar a história da família Bennet do ponto de vista dos empregados, que se mostrarão tão capazes de romance, aventura e intrigas quanto os protagonistas do maior clássico de Jane Austen.

A paixão medida, de Carlos Drummond de Andrade
A paixão medida apresenta um Drummond tardio, às vésperas de completar oitenta anos, mas ainda com vigor suficiente para escrever poemas fundamentais sobre os afetos e a existência. Experimentando as mais diversas formas poéticas, o autor faz desde o poema de teor filosofante à clássica lírica amorosa. No meio disso tudo, um Drummond que observa o século e oferece – com inteligência penetrante – uma leitura contundente e sempre cativante de tudo o que compõe nosso universo, das palavras à memória, da paixão humana à História.

Portfolio-Penguin

Bilhões e lágrimas, de Consuelo Dieguez
Em Bilhões e lágrimas, Consuelo Dieguez reúne pela primeira vez seus perfis econômicos publicados na revista piauí desde 2006. Uma das mais competentes jornalistas da atualidade desvenda os persoangens mais importantes da economia e dos negócios no país. Consuelo Dieguez observa cada detalhe, cada gesto, cada frase dita ao acaso para mostrar ao leitor como se faz jornalismo de qualidade.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário