{lang: 'en-US'}

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Mistério, surrealismo e beleza na arte de Adam Martinakis.




A inevitabilidade do tempo
Texto: Franz Lima
Com técnicas de surrealismo, uma dose de psicologia e lições de vida embutidas nas obras, o escultor Adam Martinakis é um dos mais supreendentes expoentes do surreal que eu vi nos últimos anos.
Suas obras mesclam sexualidade, emoção e citações à vida e morte de uma forma incrível. Há ainda obras que remetem às grandes esculturas e pinturas da história, isso sem contar com uma dose crítica à sociedade moderna. 
Mulheres voluptuosas, corpos esculturais (tais como as estátuas gregas), alusão aos benefícios e malefícios dos relacionamentos, solidão, sexo e algumas abordagens de cenas e fatos da cultura pop estão presentes em alguns de seus trabalhos. Mas o mais evidente em cada uma de suas esculturas é a "lição" presente nelas, seja indicando a crescente solidão humana, o apego ao sexo em detrimento do sentimento, vida, morte e muitos outros elementos do comportamento e da existência dos humanos.
Complexos e belos trabalhos que podem ser interpretados de outras formas, obviamente, porém jamais poderão ser desprezados, tal é o primor de cada um deles. Únicos.
Contemplem a arte de Adam Martinakis...

Contatos com o autor:

Fatal

Golden Boy


Alguém se lembrou de uma cena em "Homem-Aranha"?

O ponto do "sem retorno"
 
Equilíbrio
 
Deslocada
Os restos da memória: alusão à Pompéia? Creio que sim.
Batida em comum: um só coração ao amar.

Amor entre garotas: paixão e suavidade.
Família.





←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário