{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Programação do Centro Cultural dos Correios. Exposições imperdíveis!






Memorabilia - Amador Perez - 40 Anos” 
A exposição comemora a trajetória do artista carioca na arte contemporânea brasileira. 
Apresentando mais de 100 obras, realizadas entre 1976 e 2014, Amador Perez propõe uma reflexão sobre a materialidade e singularidade da obra de arte e sua reprodução, e a imaterialidade e multiplicidade da imagem, utilizando técnicas manuais e digitais em uma fusão de linguagens e criando um jogo interativo entre a sua memória das obras originais e a fantasia do espectador.
Montada em três núcleos, a mostra exibe no primeiro deles, 20 obras recentes e inéditas, uma seleção de 20 imagens de desenhos a grafite da década de 1980, redimensionadas através de impressões sobre telas que, conjugadas a objetos representativos de sua memória afetiva e  projetados pelo autor, constituem uma 'memorabilia' do artista. 
O segundo núcleo apresenta dois 'livros do artista', atuais e inéditos, sobre Nijinski, o mítico e revolucionário dançarino e coreógrafo dos "Balés Russos de Diaguilev", a partir de séries de colagens e desenhos elaborados nas décadas de 1970 e 1980. Uma espécie de 'gabinete de curiosidades', onde se destaca uma carta dirigida a Amador Perez por Tamara Nijinski, segunda filha do bailarino.
A reapresentação da série “Gioventù”, elaborada a partir da obra homônima de Eliseu Visconti, ocupa o terceiro núcleo da mostra. Composta por 63 desenhos a grafite e lápis de cor, realizada na década de 1990 e apresentada em 1998 no Museu Nacional de Belas Artes. Integra-se à mostra, uma gravura que reproduz as dimensões originais da tela de Visconti. 
Ao escolher “Gioventù” - pintura icônica de Visconti - Perez reafirma a atualidade da obra de um dos artistas que anteciparam a modernidade na arte brasileira, pioneiro também do nosso design. Amador identifica-se com a visão futurista de Eliseu, remetendo a sua criação à contemporaneidade.
O artista realizará visitas guiadas e oficinas temáticas relacionadas às suas proposições apresentadas nos três núcleos. As reflexões do público participante, expressas através dos resultados das oficinas, formarão progressivamente um novo núcleo da exposição. 

Serviço: 
“Memorabilia – Amador Perez 40 Anos”
Abertura: 1º de outubro, às 19h
Visitação: de 2 de outubro a 7 de dezembro de 2014, de terça-feira a domingo, das 12 às 19h - GRÁTIS
Centro Cultural Correios - Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21)2253-1580
Patrocínio: Correios
Apoio Cultural: Centro Cultural Correios

 


“Brecheret – Mulheres de Corpo e Alma” 



Obras de diversas fases do artista sob a temática do feminino do período de 1920 e 1955.
  

A exposição traz para o Rio de Janeiro uma seleção de 37 esculturas e 107 desenhos que representam várias fases e tendências da trajetória do artista. A mostra é dividida em oito conjuntos de acordo com a variante da temática do feminino. As esculturas foram produzidas em mármore, gesso, pedra granítica rolada pelo mar, bronze patinado e bronze polido. As obras são predominantemente nus relacionados ao simbolismo feminino da Terra, a grande Mãe, a deusa Gaia, Geia, dos gregos, o elemento primordial e latente de uma potencialidade geradora ilimitada. A mostra reúne ainda, em uma sala especial, uma visão inédita de oito painéis de alto e baixo relevo do artista. 
A curadora da exposição Daisy Peccinini destaca: “O importante conjunto de esculturas, em diversos materiais e pertencentes a diferentes momentos de seu percurso artístico, desencadeia um especial convite a vivenciar não só a estética das formas, na presença material dos corpos femininos, mas captar a atmosfera anímica, das obras que o seu criador, o escultor Brecheret, imprimiu na matéria”. 
Para Victor Brecheret Filho, Presidente do Instituto Victor Brecheret, “o repertório desta exposição, em sua riqueza e diversidade, realizada em torno da figura de mulher, é extremamente revelador da alta qualidade da arte de Brecheret, que, aliada a uma percepção e sensibilidade, permite aos que a veem mergulhar em profundidade e extensão na alma feminina.”. 

Serviço: 

“Brecheret – Mulheres de Corpo e Alma” Abertura: 8 de outubro, às 19h
Visitação: de 9 de outubro a 7 de dezembro de 2014, de terça-feira a domingo, das 12 às 19h – GRÁTIS

Classificação etária: Livre para todos os públicos.
Lançamento do catálogo e visita guiada com a curadora: 22 de novembro, às 16h.
Centro Cultural Correios - Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21)2253-1580
Patrocínio: Correios
Apoio Cultural: Centro Cultural Correios



“Maria Luiza Leão - Pinturas”



 A mostra reúne cerca de 40 pinturas em acrílico sobre tela, em dimensões variadas, de obras realizadas pela artista nos últimos oito anos. 

Na análise do poeta Alexei Bueno, a diversidade na organização das linhas e das cores da pintura da artista carioca Maria Luiza Leão passa por períodos notáveis. Nos anos 60, as cores fortes dominavam suas telas, com uma força próxima a dos Nabis; Na década seguinte, numa fase pontilhista, remete a um Seurat ou a um Signac; Entre 1980 e 1990, há uma decomposição da imagem em planos geométricos de índole cézanniana, servindo de base a uma belíssima série de naturezas-mortas e paisagens e um dominante intimismo. 
“Tal intimismo persevera nas obras atuais de Maria Luiza Leão, pois nelas parece afirmar-se definitivamente sua tendência de transfiguração da memória, da transformação em obra de arte sensível daquilo que de mais impalpável representa o próprio estofo do nosso ser. Com um uso de cor muito original, sui generis, perfeitamente não realista, às vezes quase hipnótico, a artista transfigura o vivido em objetos de uma beleza quase melancólica, aquela que é consciente da inarredável dissolução de todas as coisas”, enfatiza. 
Serviço: 

“Maria Luiza Leão - Pinturas” Abertura: 8 de outubro, às 19hVisitação: de 9 de outubro a 7 de dezembro de 2014, de terça-feira a domingo, das 12 às 19h - GRÁTIS

Centro Cultural Correios - Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21)2253-1580
Apoio Cultural: Centro Cultural Correios

CINEMA



“PoliSonoridades”

Música e política em documentários no Centro Cultural Correios

A Mostra PoliSonoridades exibe 12 documentários nacionais, traçando um panorama da produção recente no país sobre música e política, reunindo cineastas da nova geração e consagrados documentaristas brasileiros que optaram por retratar os dois temas, juntos ou separadamente.
“Músicos de vanguarda conseguiram captar e traduzir em composições poéticas e contundentes, os pensamentos, sentimentos e aflições de toda uma geração”, afirma a curadora da mostra, a cineasta Daniela Broitman, que tem na programação o seu premiado documentário “Marcelo Yuka no Caminho das Setas”. Outros artistas da música destacados nos filmes são Itamar Assumpção, Ney Matogrosso, Dominguinhos e a geração que fez o nome do Circo Voador entrar para a história.
Além desses, o cineasta Silvio Tendler, os atores do filme Cidade de Deus, a Favela da Rocinha, o ex-presidente João Goulart (Jango), a ditadura militar, e a contribuição da Democracia Corintiana e do BRock para o fim da ditadura também estão no epicentro de filmes da mostra PoliSonoridades.
Após a exibição de dois filmes diários haverá debate com os diretores sobre as obras e os temas que elas abordam. Entre os temas dos debates estão irreverência e vanguardismo dos músicos; como os obstáculos pessoais formaram artistas; arte e ativismo, com as participações de Marcelo Yuka e Silvio Tendler; a ditadura militar; a realidade das comunidades, e a luta pela liberdade e a democracia. 
Programação

17 de outubro (sexta-feira)
15h - Daquele Instante em Diante
17h30 - A Farra do Circo.

18 de outubro (sábado)
15h - Olho Nu17h30 - Dominguinhos

19 de outubro (domingo)
15h - A Arte do Renascimento: Uma Cinebiografia de Silvio Tendler17h30 - Marcelo Yuka no Caminho das Setas

23 de outubro (quinta-feira)
15h - Os Advogados contra a Ditadura - Por uma Questão de Justiça
17h30 - Dossiê Jango
24 de outubro (sexta-feira)
15h - Em Busca de um Lugar Comum17h30 - Cidade de Deus - 10 Anos Depois

25 de outubro (sábado)
15h - Setenta
17h30 - Democracia em Preto e Branco
 

Serviço: 
“POLISONORIDADES” – Mostra Documentários
Período: de 17 a 19 de outubro (sexta-feira a domingo) e 23 a 25 de outubro (quinta-feira a sábado)
Horários: sessões às 15h e às 17h30, seguida de debate sobre os dois filmes do dia – GRÁTIS;
Classificação Indicativa: ver na sinopse dos filmes
Centro Cultural Correios - Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21)2253-1580
Patrocínio: Correios
Apoio Cultural: Centro Cultural Correio
O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro está localizado na Rua Visconde de Itaboraí, 20, no centro da cidade. Integra o Corredor Cultural, tendo como vizinhos a Casa França Brasil, ao lado, e o Centro Cultural do Banco do Brasil, defronte.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário