{lang: 'en-US'}

domingo, 26 de abril de 2015

Semana de lançamentos na Companhia das Letras.




O filho antirromântico, de Priscila Gilman (tradução de Caroline Chang)
Quando Benjamin começou a reconhecer todo o alfabeto com apenas catorze meses e, aos dois anos, ler livros inteiros, não houve alarme, pelo contrário: os pais, dois literatos, regozijaram-­se com a precocidade do filho. Mas logo os demais sintomas — hipersensibilidade auditiva e dificuldades motoras, sensoriais e sociais — tornaram-se incontornáveis: o garoto sofria de hiperlexia, transtorno de desenvolvimento associado ao autismo. A autora revolucionou sua vida e a da família para ajudar o filho a superar as muitas dificuldades. Sua dedicada atenção de mãe rendeu este relato que vai comover todos os tipos de leitores.

Seguinte

Você não deveria estar na escola? — Só perguntas erradas Vol.3, de Lemony Snicket (tradução de André Czarnobai)
O jovem Lemony Snicket começou seu aprendizado em uma organização secreta e partiu para Manchado-pelo-mar, uma cidade decadente onde se criavam polvos para a produção de tinta. Lá ele se envolveu em seu primeiro grande caso, relatado em detalhes na sérieSó Perguntas Erradas. Agora, no terceiro volume, ele precisa investigar incêndios que estão ocorrendo nesse vilarejo cada vez mais envolto em mistério, acompanhado de sua excêntrica tutora, S. Theodora Markson, e de seu grupo de aliados, composto pela jornalista-mirim Moxie Mallahan, pelos irmãos taxistas Juca e Chico, pelo exímio cozinheiro Jake Hix e pela química brilhante Cleo Knight.

Claro Enigma

Há muitos povos indígenas no Brasil, mais interessantes e diversos do que se costuma imaginar. Atualmente, eles somam cerca de 900 mil índios que falam 274 línguas diferentes, e cada uma delas carrega um repertório único de histórias, transmitidas pela memória oral de geração em geração. Ainda assim, grande parte permanece desconhecida do público. Este livro é um passeio instigante por algumas dessas histórias e introduz o leitor no vasto conhecimento produzido ao longo dos milênios pelos habitantes das florestas.

Companhia das Letrinhas

O que é a liberdade?, de Renata Bueno
Para muitos, o passarinho é um símbolo da liberdade. Mas será que ele se sente livre mesmo? E, afinal, o que é a liberdade? Foi pensando nesse conceito tão difícil de compreender que Renata Bueno escreveu este livro recheado de diálogos curiosos entre um passarinho e personagens como um lápis, um camaleão, um espelho, um mágico… As respostas poéticas de cada um deles sobre o que é a tal da liberdade vão fazer tanto o passarinho quanto os leitores perceberem que essa sensação pode ser diferente para cada um de nós — e nem por isso menos autêntica.


A outra história, de Henrique Sitchin
Este livro começa onde a maioria dos outros acaba. “Então os dois se casaram e viveram felizes para sempre.” Mas… ser feliz para sempre dá um trabalho danado, como bem notaram Godofredo Terceiro e Girassola Quinta, o casal real desta história, que vai enfrentar poucas e boas depois do tão esperado Fim. Em uma divertida fábula às avessas, Henrique Sitchin, fundador e ator da Cia Truks — Teatro de Bonecos, dá asas à imaginação para mostrar que uma nova história sempre pode começar onde outra terminou, como se, costuradas umas às outras, as histórias nunca tivessem fim.


Curta a fanpage do Apogeu: facebook.com/Apogeudoabismo

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário