{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

A inocência da nudez e da fantasia nas fotos de Wang Chien-Yang.




Fonte: Wang Chien-Yang
Texto: Franz Lima.  


A nudez é ainda vista com receio por muitas pessoas. Acredito que a banalização da nudez seja a responsável por tal receio. A facilidade em ver corpos nus (não estou abordando o sexo em si) é inacreditável. Com uma simples busca é possível visualizar incontáveis corpos despidos, alguns com conotação sexual, outros voltados à divulgação de produtos. O fato é que a beleza e a inocência de um corpo despido estão esquecidos quase que totalmente. 
A série de fotografias "House", feita por Wang Chien-Yang, tenta retomar essas virtudes. Com a mistura de fantasia, locações que lembram quartos de crianças e mulheres nuas, porém não explicitamente, o fotógrafo criou um ensaio que recuperou o encanto do nu. Não há malícia embutida nas fotos, mas é possível lembrar da docilidade de uma criança em cada uma das imagens.
As locações são todas em lugares fechados, quartos, e têm decorações que lembram os ambientes de bebês. Vocês identificarão clássicos do cinema e literatura nas cenas representadas, incluindo Toy Story, Alice no país das maravilhas, A fantástica fábrica de chocolates entre outros. É um ensaio de nu artístico que irá agradar crianças, jovens e adultos sem que para isso precise apelar para o chocante ou o puramente sexual.














←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário