Pular para o conteúdo principal

Por que nós mulheres? Texto de Isabela Niella.

Por: Isabela Niella. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo 
 
Eu gostaria de saber o que passa na cabeça dos homens para acreditarem que toda a responsabilidade de manter uma casa, física e economicamente é das mulheres.
Nos dias atuais, vemos cada vez mais mulheres exercendo o papel de chefe da família, mesmo que elas sejam casadas. Se de um lado elas trabalham fora, pagam as contas e ao chegar em casa precisam gerenciar os problemas domésticos, lavar, passar, cozinhar e cuidar da casa e das pessoas de um modo geral, estando cansadas ou não, doentes ou não; do outro lado, os homens... O que eles fazem mesmo?
Eu achava que certas coisas só aconteciam comigo e com isso me culpava por não tomar determinadas atitudes, mas venho percebendo, em conversas com amigas, que não sou a única e que o comportamento masculino mudou radicalmente nos últimos anos. Claro que não posso generalizar, creio que existam homens que são companheiros de suas esposas (só não tenho provas dessa existência), mas se observarmos bem, em sua maioria e de formas variadas, os homens vêm fugindo de suas responsabilidades. Se antigamente ele era o chamado provedor e fazia da mulher sua empregada particular, no qual os papéis estavam bem divididos, hoje em dia com toda essa modernização, com a entrada maciça da mulher no mercado de trabalho, eles resolveram que não precisam fazer mais nada, ou fazer o mínimo possível.
Podem estar dizendo agora: lá vem mais uma feminista! É uma mal amada! Não é isso. Todos sabemos que quando uma equipe trabalha com união e em harmonia todos ganham. Ninguém se sobrecarrega, cada um faz o que lhe cabe, mas tem o discernimento de ajudar o outro se sua tarefa já tiver sido concluída. Se num ambiente de trabalho no qual todos contribuem para o objetivo final da empresa, a sensação de dever cumprido e a satisfação pessoal e profissional é garantida, imagine se o mesmo ocorresse dentro de nossos lares? Imagine um lar no qual todos estão unidos nas melhores e nas piores situações, sem ninguém reclamando de excesso de trabalho ou de estresse. Vivendo em harmonia, paz, comemorando juntos e secando as lágrimas juntos, abraçados e felizes independente dos problemas.
As sociedades são formadas de pequenas células chamadas família que independente de sua constituição (pessoas pertencentes), vão determinar se essa mesma sociedade é saudável ou não. Não há sociedade próspera sem que suas células estejam trabalhando em harmonia. Acredito que a maioria dos problemas atuais, a violência, a corrupção, o adultério, entre outros que degradam tanto a nossa sociedade, advém de células que doentes, expelem indivíduos capazes de desarmonizar e prejudicar o todo.
Mas como ser feliz em família? Não existe uma regra ou uma fórmula para isso, o que podemos fazer é trabalhar em equipe, valorizar mais cada membro da família. E tudo começa quando nos perguntamos: qual o meu papel? Que posso fazer para contribuir? O que eu faço que prejudica ou adoece minha família? Sou egoísta? Sou orgulhoso(a)?
Quando eu passo a me conhecer melhor consigo distinguir os meus equívocos e meus acertos. E não preciso tecer explicações de como tudo passa a funcionar corretamente quando cada um cumpre com suas responsabilidades e todos se ajudam mutuamente.

Por que então somente nós mulheres temos que nos sobrecarregar? Acho que já passou da hora de todos nós adquirirmos a maturidade necessária para tornar saudáveis estas células tão importantes para nossa sociedade. Chegou a vez de crescermos juntos em prol de um bem maior.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bethany Townsend, ex-modelo, expõe bolsa de colostomia de forma corajosa.

Bethany Townsend é uma ex-modelo inglesa que deseja, através de sua atitude, incentivar outras pessoas que sofrem do mesmo problema a não ter receio de se expor. Portadora de um problema que a atinge desde os três anos, Bethany faz uso das bolsas de colostomia  que são uma espécie de receptáculo externo conectado ao aparelho digestivo para recolher os dejetos corporais, e desejou mostrar publicamente sua condição.  Quero que outras pessoas não tenham vergonha de sua condição e é para isso que me expus , afirmou a ex-modelo. Bethany usa as bolsas desde 2010 e não há previsão para a remoção das mesmas.  Eu, pessoalmente, concordo com a atitude e respeito-a pela coragem e o exemplo que está dando. Não há outra opção para ela e isso irá forçá-la a viver escondida? Jamais... Veja o vídeo com o depoimento dela. Via BBC

Suzane Richthofen e a justiça cega

Por: Franz Lima .  Suzane von Richthofen é uma bactéria resistente e fatal. Suas ações foram assunto por meses, geraram documentários e programas de TV. A bela face mostrou ao mundo que o mal tem disfarces capazes de enganar e seduzir. Aos que possuem memória curta, basta dizer que ela arquitetou a morte dos pais, simulou pesar no velório, sempre com a intenção de herdar a fortuna dos pais, vítimas mortas durante o sono. Mas investigações provaram que ela, o namorado e o irmão deste foram os executores do casal indefeso. Condenados, eles foram postos na prisão. Fim? Não. No Brasil, não. Suzane recebeu a pena de reclusão em regime fechado. Mas, invariavelmente, a justiça tende a beneficiar o "bom comportamento" e outros itens atenuantes, levando a ré ao "merecido" regime semi-aberto. A verdade é que ela ficaria solta, livre para agir e viver. Uma pessoa que privou os próprios pais do direito à vida, uma assassina fria e cruel, estará convivendo conosco, c

A sensualidade das princisas da Disney em lingeries.

Uma seleção com as belas princesas da Disney, porém de uma forma que nem os príncipes viram. Sensualidade e criatividade a toda prova. O artista que desenvolveu e concebeu estas versões tem seus trabalhos expostos no Deviantart. Confiram outros trabalhos clicando aqui . Franz says : definitivamente, não há nada mais belo no universo do que uma mulher usando lingerie... Sensual até no desenho.