{lang: 'en-US'}

terça-feira, 17 de maio de 2016

O bom gigante amigo. Análise do trailer.




Por: Franz Lima. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo. #apogeudoabismo

O filme Jack, o caçador de Gigantes foi uma típica produção no padrão Sessão da Tarde. Fugiu demais à fábula e serviu como pretexto para mais uma aventura cheia de efeitos especiais, mas pouco empolgante. Foi, em suma, um filme para o público típico do século XXI, ávido por ação e despreocupado com a trama original. 

Roald Dahl
O bom gigante amigo, filme dirigido por Steven Spielberg com base na obra de Roald Dahl, segue a narrativa original e aparenta manter um tom próximo ao da fábula. O longa-metragem mostra uma menina como a heroína, acompanhada por um gigante bom. Na verdade, ele só é gigante quando comparado aos humanos, pois seus semelhantes são muito maiores.
A versão nacional do livro
A índole do gigante é boa, típica de quem tem a alma de um poeta. Ele é atraído pelo sofrimento e a solidão de crianças e resolve resgatá-las para diminuir suas dores. Entretanto, seus semelhantes não compartilham de tais argumentos e consideram os humanos meros "bichinhos". 
Destaco nesse trailer as cenas onde o gigante sai da cidade, cujos efeitos dão uma clara dimensão não só do tamanho dele como também de sua agilidade. Fantástico!
O encontro do Bom Gigante com os demais gigantes mostra algo parecido com as cenas típicas de escola onde os grandões assustam os menores. A disparidade de tamanho entre eles é gritante e deixa claro que haverá muita confusão pela presença da menina na Terra dos Gigantes.
Como as feições dos personagens gigantes está quase idêntica às dos atores, presumo que foram usadas técnicas de captura de movimentos para dar vida aos colossais seres, tal como ocorreu em Lord of the rings, King Kong, Planeta dos Macacos e outros. 
Eu tenho boas expectativas quanto a essa adaptação e irei acompanhar bem de perto as notícias sobre o filme.
Curtam o trailer abaixo e deixem seus comentários...

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário