{lang: 'en-US'}

terça-feira, 14 de junho de 2016

Novo God of War promete ser o mais impactante de todos! Leiam a análise do gameplay.





Por: Franz Lima. Curta nossa fanpage: Apogeu do Abismo. #apogeudoabismo 

O mais aguardado anúncio da E3 finalmente ocorreu: God of War teve sua continuação confirmada. Melhor do que isso, os que estavam presentes foram presenteados com um Gameplay de quase dez minutos. As cenas são belíssimas e revelam um pouco do que poderemos ver.

Gráficos

Não há o que discutir. O PS4 tem algumas das mais realistas cenas de um jogo que eu já vi. Não há o que reclamar. As sombras, as texturas e tudo o mais estão extremamente nítidos. A sensação é a de que estamos diante de um filme. 

Som

Também impecável. É possível ouvir o som dos pequenos regatos, o farfalhar das folhas das árvores ao vento. Tudo com um realismo que dá veracidade ao que vemos. Mas é nas cenas de combate que o "couro come". Cada impacto, explosão ou som de flechas e espadas tem um grau de realismo incrível. É impossível não mergulhar no game tão bem feito.

Personagens

Kratos retorna com um visual reformulado. Suas consagradas espadas dão lugar a um machado também místico. Mesmo com uma única arma, o espartano ainda mostra que tem o mesmo ímpeto e violência vistos nos jogos anteriores. Entretanto, um novo personagem traz um elemento diferente para o guerreiro: a preocupação. Mesmo não demonstrando explicitamente, Kratos luta com mais ferocidade para evitar que seu filho (sim, eu disse filho) seja ferido durante sua iniciação como caçador e guerreiro.
As criaturas estão perfeitas e dão uma breve ideia do que veremos no decorrer do jogo. Só o primeiro monstro (uma mistura de monstro de lava, humanoide e um caprino) gigantesco 

O que o gameplay revela.

Além da óbvia paternidade do Deus da Guerra, Kratos se mostra um pai disciplinador e responsável pelo treino de seu filho. Assim como os espartanos históricos, ele passou por um rígido treinamento e não poupará seu garoto. Afinal, o mundo que o cerca não é compassivo com os fracos.
Conforme o jogador avançou, o filho de Kratos ganha XP em alguns atributos, incluindo habilidade com arco. O próprio Kratos tem uma habilidade similar a que tinha quando usava as duas espadas: seu machado volta para suas mãos ao seu simples comando.
Acreditem, esses poucos minutos são apenas uma prévia de tudo aquilo que o  jogo pode ter a oferecer. Certamente, o que não faltará é sangue e violência em doses massivas, além de uma ótima história de fundo que torna o jogo ainda mais atraente.
God of War é uma franquia onde história, ação e gráficos fabulosos se uniram de forma perfeita. Agora, no PS4, isso só tende a melhorar.




←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário