{lang: 'en-US'}

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

X-Men Origens: Wolverine... quais os motivos do fracasso?




Um filme baseado em uma das Graphic Novels de maior sucesso (tanto de público quanto de crítica) só poderia resultar em um sucesso de igual tamanho, certo? Errado. A prova do que digo é 'X-Men: Origens - Wolverine', que tem como base a HQ 'Origem' que conta a infância de Logan e sua trajetória traumática e violenta até a idade adulta.

Leia a resenha sobre a Graphic Novel (de minha autoria) clicando no link a seguir: Origem, a HQ.
Bem, caso já tenha lido a resenha da minissérie, poderá constatar que há pouco em comum entre os quadrinhos e o filme. Essa distância entre um e outro é o ponto culminante para a derrocada da produção cinematográfica, pois muitos contavam com algo tão arrebatador quanto o que fora visto na Graphic Novel.
Muitos se perguntaram sobre o que realmente deu errado e várias foram as respostas. Na minha opinião, a necessidade de um filme com inúmeros personagens foi o primeiro erro. A simples presença de um Dentes-de-Sabre já era algo para marcar, ainda mais com o vínculo existente entre ele e Wolverine. Claro, um ou outro personagem de carisma iria deixar a trama mais interessante, porém não foi isso que vimos. Com uma equipe de mutantes (não são os X-Men) e vários personagens paralelos, o filme perdeu consistência. Como mostrar aos espectadores de primeira viagem - nunca pense que todos já leram ou viram algo - que o indivíduo X ou o Y são interessantes sem uma mínima explicação de sua existência ou o porquê da presença dele no enredo? Muita gente viu e não compreendeu quem era quem, principalmente quando os citados personagens 'rasos' aparecem.
Outro ponto bastante negativo - agora para você, leitor assíduo do mutante - está na alteração absurda dos personagens. A criação de alguns novos mutantes para a trama é algo até esperado, porém não há como admitir uma reformulação incompreensível de visual, origem e até comportamento de personagens como Blob e Deadpool. Esse último, aliás, sofreu uma das mais injustas adaptações que já vi. Caso você, leitor, seja um fã das histórias de Logan, certamente já se deparou com o mutante mascarado e deformado, um dos mais bem-humorados que a Marvel já criou, além de louco, claro. A versão dele em 'X-Men: Origens' é, no mínimo, indigna.
E há pontos positivos no filme? Sim, eles existem, principalmente os combates entre Wolverine e Dentes-de-Sabre, além da antológica abertura que mostra os dois cruzando diversos eventos históricos. Mas nem a presença de um notório caçador de mutantes (William Stryker) reforça a trama. 

Definitivamente essa produção foi um erro grosseiro, talvez motivado pela ganância em arrecadar dinheiro com uma renda proveniente do sucesso da trilogia X-Men. Quantos não foram aos cinemas para ver o filme, pensando que seria algo vinculado aos filmes anteriores? 
Relembro que o rótulo 'X-Men: Origens' era o prenúncio de uma série de filmes baseados no passado de outros heróis e vilões importantes, incluindo o próprio Magneto. Contudo, o fiasco de crítica (sim, uma parte do público conhecedora dos erros destacados também odiou) cancelou essa série. O que me surpreendeu foi a presença na produção de nomes como Stan Lee e Avi Arad que, no final, não impediram a deturpação da trama original.
Uma nova oportunidade para o mutante com fator de cura será dada. Até mesmo porque Hugh Jackman é o Wolverine ideal, já consagrado pelos fãs das duas mídias: cinema e quadrinhos. Porém espera-se que a nova produção (já em andamento) tenha mais respeito pelo fã que não deseja ver só ação e efeitos especiais... Ele quer algo vinculado à verdadeira origem e ao que já acontece nos quadrinhos. Adaptações leves são aceitas, o que não justifica mudanças radicais para incluir mais ação ou atrair público. 
Por tudo que já citei, pouco resta a esperar do filme. Vejam como entretenimento simples, pois não passa disso. Caso realmente queira ver um filme sobre os mutantes e suas origens com maior fidelidade aos quadrinhos, assistam X-Men: First Class (que, ainda assim, não é 100% fiel). Só a apresentação dos poderes do Magneto em sua totalidade, ainda preso, vale por 10 filmes do padrão 'X-Men: Origens - Wolverine'. 

Elenco:
Hugh Jackman como James Howlett / Wolverine
Liev Schreiber como Victor Creed
Ryan Reynolds como Wade Wilson / Deadpool
Taylor Kitsch como Remy LeBeau / Gambit
Dominic Monaghan como Chris Bradley / Bolt
Lynn Collins como Kayla Silverfox / Raposa Prateada  
will.i.am como John Wraith / Espectro 
Danny Huston como Coronel William Stryker 
Ano de produção: 2009.
Direção: Gavin Hood 
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário